ISSN 1678-0701
Número 67, Ano XVII.
Março-Maio/2019.
Números  
Início      Cadastre-se!      Procurar      Submeter artigo      Fazer doação      Contato     Apresentação     Normas de Publicação     Artigos     Dicas e Curiosidades     Reflexão     Para sensibilizar     Dinâmicas e recursos pedagógicos     Entrevistas     Divulgação de Eventos     O que fazer para melhorar o meio ambiente     Sugestões bibliográficas     Educação     Plantas medicinais     Práticas de Educação Ambiental     Uma crônica, um artigo e algumas histórias!     Educação e temas emergentes     Ações e projetos inspiradores     Gestão Ambiental     Cidadania Ambiental     Relatos de Experiências     Notícias
Notícias

13/03/2019BICHOS DO PANTANAL LEVA EDUCAÇÃO AMBIENTAL E VIVÊNCIA NA NATUREZA A ALUNOS E PROFESSORES DE MT  
Link permanente: http://revistaea.org/artigo.php?idartigo=3544 
" data-layout="standard" data-action="like" data-show-faces="true" data-share="true">

BICHOS DO PANTANAL LEVA EDUCAÇÃO AMBIENTAL E VIVÊNCIA NA NATUREZA A ALUNOS E PROFESSORES DE MT

Fortalecer e estimular a conexão com a natureza e fazer disso uma prática no cotidiano de escolas de Mato Grosso. Esse é um dos objetivos do Projeto Bichos do Pantanal, que atua nos municípios de Cáceres, Porto Estrela e região com a meta de pesquisar e proteger espécies da fauna do Pantanal mato-grossense. Para isso, o projeto conta com o Programa de Educação Ambiental, cuja ideia principal é levar conhecimento e vivência com a natureza a alunos e professores das redes estadual e municipal de ensino e também da rede de escolas privadas.

Para se ter ideia, mais de 3 mil estudantes e cerca de 40 professores de escolas públicas já foram beneficiados com ações promovidas na segunda fase do projeto, iniciada em outubro de 2018, oferecendo ferramentas como binóculos e lunetas para utilização pelos estudantes em trilhas e praças públicas, o que proporciona um conhecimento da fauna mais aprofundado e uma verdadeira conexão com a natureza, com o lema “Conhecer para preservar”.

Mentor do projeto, o pesquisador Douglas Trent explica que o Programa de Educação Ambiental “Conexão com a Natureza” surgiu a partir da constatação de mais de 750 estudos publicados por universidades de todo o mundo que mostram que estamos desconectados da natureza. “Mais de 50% da população mundial não mora mais no campo e, no Brasil, esse número é ainda maior, ultrapassa os 80%. Está comprovado pela ciência que a depressão, a violência e até mesmo o déficit de atenção, por exemplo, vêm dessa falta de conexão com a natureza”, afirma Trent, que atua na área há mais de 20 anos.

Os mesmos estudos, no entanto, revelam que é possível se reconectar com a natureza e, com isso, ter uma vida mais leve e saudável. Por isso, cada vez mais escolas do mundo estão adotando a educação ambiental como um princípio pedagógico. Os benefícios, segundo o pesquisador, são imensuráveis e se ampliam para outras áreas do conhecimento, como as ciências exatas e sociais. Mais informações como essas podem ser obtidas por meio do movimento Children & Nature Network.

O coordenador do programa, professor Mahal Massavi conta que, além de incentivar a preservação do meio ambiente e o contato com a natureza, o intuito é despertar a empatia e aproximação da comunidade para com o ambiente natural. “Fazemos isso por meio da vivência em incursões a campo, palestras em sala de aula e vivências. Então a ideia é trazer as crianças para esse contato para que possam vivenciar isso na prática e, aí sim, estimular nelas uma nova postura, que é a da empatia e a importância da preservação ambiental”, explica Massavi, que é mestre em Ecologia e Conservação.

A professora da rede pública de educação Maria Aparecida Miranda participou do curso Educação Ambiental: a conexão com a natureza como princípio pedagógico, realizado na primeira semana de fevereiro, em Porto Estrela, a 113 quilômetros de Cáceres, e afirma que a vivência fará a diferença no dia a dia com os alunos. “Para nós é maravilhoso saber que temos um programa que vai nos incentivar, nos estimular, para que possamos desenvolver ações junto às crianças do nosso município. Nossos alunos são multiplicadores de conquistas e da melhoria da qualidade da educação ambiental que queremos para o nosso futuro”, afirma.

Inventário

Bichos do Pantanal está em sua segunda edição e conta com o patrocínio da Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental. Gerido pelo Instituto Sustentar de Responsabilidade Socioambiental, o projeto conquistou prêmios e diversos resultados positivos entre 2013 e 2015, especialmente com as ações de educação ambiental, que envolveram 44 mil crianças e jovens do Alto Pantanal. Ao todo, 350 mil pessoas foram mobilizadas com as atividades.

Nesse período, foram realizadas 350 incursões e coletas pelos rios Paraguai e Jauru. Com o apoio de universidades locais e internacionais foram catalogadas 167 espécies de peixes e 80 mil imagens da fauna e da flora foram utilizadas no censo de avifauna e mamíferos da região que foi disponibilizado para o Instituto Chico Mendes – ICMBio, estabelecendo o primeiro inventário de espécies de longo prazo na região.

Além disso, houve um estudo inédito sobre os impactos da mudança do clima no Pantanal e as emissões de GEE (gases do efeito estufa) pelos aguapés; 6 artigos científicos e 7 teses de trabalho científico foram produzidos e publicados e uma nova rota para o turismo de natureza foi detectada, desenvolvida e batizada como “Estrada Turística Transpantanal”, contribuindo na transição do turismo de pesca para o turismo de observação de vida silvestre.

A área de atuação do Bichos do Pantanal abrange o município de Cáceres, o rio Paraguai, a Estação Ecológica Taiamã até Pacu Gordo, e também o município de Porto Estrela, região do entorno da Estação Ecológica da Serra das Araras.

Mais informações sobre o projeto estão disponíveis em www.bichosdopantanal.org

(Com Assessoria)



Fonte: https://www.olivre.com.br/bichos-do-pantanal-leva-educacao-ambiental-e-vivencia-na-natureza-a-alunos-e-professores-de-mt/





" data-layout="standard" data-action="like" data-show-faces="true" data-share="true">
 
Início      Cadastre-se!      Procurar      Submeter artigo      Fazer doação      Contato     Apresentação     Normas de Publicação     Artigos     Dicas e Curiosidades     Reflexão     Para sensibilizar     Dinâmicas e recursos pedagógicos     Entrevistas     Divulgação de Eventos     O que fazer para melhorar o meio ambiente     Sugestões bibliográficas     Educação     Plantas medicinais     Práticas de Educação Ambiental     Uma crônica, um artigo e algumas histórias!     Educação e temas emergentes     Ações e projetos inspiradores     Gestão Ambiental     Cidadania Ambiental     Relatos de Experiências     Notícias