Tudo o que temos a fazer [...] é colocar nosso jeito de viver dentro dos meios ecológicos conhecidos. (Marcus Eduardo de Oliveira)
ISSN 1678-0701 · Volume XX, Número 78 · Março-Maio/2022
Início Cadastre-se! Procurar Área de autores Contato Apresentação(4) Normas de Publicação(1) Artigos(7) Notícias(5) Dicas e Curiosidades(1) Reflexão(1) Para sensibilizar(1) Dinâmicas e recursos pedagógicos(1) Arte e ambiente(1) Divulgação de Eventos(1) Sugestões bibliográficas(1) Educação(1) Ações e projetos inspiradores(2) Do Linear ao Complexo(3) A Natureza Inspira(1) Relatos de Experiências(11)   |  Números  
Relatos de Experiências
15/03/2022 (Nº 78) A IMPORTÂNCIA AMBIENTAL E ECONÔMICA DA COLETA SELETIVA NA CIDADE DE GUARULHOS
Link permanente: http://revistaea.org/artigo.php?idartigo=4276 
  

A IMPORTÂNCIA AMBIENTAL E ECONÔMICA DA COLETA SELETIVA NA CIDADE DE GUARULHOS

Alex Sandro Tomazini, doutorando Ciências Ambientais, Saint Peter´s University, alextomazini@bol.com.br



RESUMO

Sabe-se que o sistema de gestão pública ambiental da cidade de Guarulhos tem por objetivo principal garantir que os processos de realização do produto atendam aos requisitos de operação para as indústrias e população local, com máxima eficácia e eficiência. Onde se discutem aspectos importante para a implementação da elaboração e implantação da Política e do Plano Municipal de Educação e Gestão Ambiental, implantação de plano de comunicação, capacitação de funcionários públicos e privados, indicadores de desempenho para serviços públicos, privados, grandes geradores de resíduos, transportadores e receptores, destacando o planejamento, relacionamento e conscientização da população, projeto, aquisição, produção e controle dos dispositivos de medição e monitoramento ambiental.

Palavras-chave: Gestão Ambiental. Educação Ambiental. Coleta Seletiva.



ABSTRAT

It is known that the public environmental management system of the city of Guarulhos has as its main objective to ensure that the processes of product realization meet the operating requirements for industries and local population, with maximum effectiveness and efficiency. Where important aspects are discussed for the implementation of the elaboration and implementation of the Policy and Municipal Plan for Education and Environmental Management, implementation of a communication plan, training of public and private employees, performance indicators for public and private services, large generators of waste , transporters and receivers, highlighting the planning, relationship and awareness of the population, design, acquisition, production and control of environmental measurement and monitoring devices.

Keywords: Environmental Management. Environmental education. Selective collect.



INTRODUÇÃO

A cidade de Guarulhos avança pois foram criados programas de Educação e Gestão Ambiental e desenvolveram projetos, instituíram leis e políticas próprias com a temática ambiental. No Brasil, a Constituição Federal de 1988 trouxe, no artigo 225 (BRASIL, 1988), a obrigatoriedade do Poder Público de garantir ao cidadão um meio ambiente ecologicamente equilibrado com possibilidade de ser usufruído pelo uso comum do povo, ou seja, o ambiente ecologicamente equilibrado passa a figurar como um direito do cidadão.

Objetiva-se diminuir os impactos ambientais e manter o equilíbrio ecológico, por vezes parece uma tarefa árdua, principalmente com a construção do Rodoanel que atravessa a cidade que destruiu grande parte da fauna e flora local na região que vai do bairro da Vila Galvão até o Cabuçu, porém, através da conscientização e sensibilização da humanidade, aproximando os diversos atores de uma comunidade, o Poder Público e diversos segmentos sociais e ambientais apontaram como principal ferramenta educação e gestão pública ambiental.

A discussão conceitual deste trabalho procura estabelecer uma analogia entre uma experiência vivenciada, tendo como ponto de partida uma problemática ambiental específica, buscando entender a cadeia de relações entre teoria e prática, local e global, ambiente e sociedade. A hipótese procura estabelecer o real sentido do planejamento da gestão ambiental, seus fundamentos, seus propósitos e contribuições da região de Guarulhos/São Paulo. Com base nisso será discutido a relação natureza e cultura visando enxergar os fundamentos do distanciamento e das desigualdades, entre os seres humanos e a natureza, sua relação com o plano diretor de Gestão e Educação Ambiental da cidade, até aproximar-se da situação específica que constitui o objeto desta pesquisa.

FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

O município de Guarulhos foi fundado em 8 de dezembro de 1560 pelo padre jesuíta Manuel de Paiva, com a denominação de Nossa Senhora da Conceição, resultante do aldeamento dos índios Guarus da tribo Guaianases, integrantes da nação Tupi, em defesa do povoado de São Paulo (TOMAZINI, 2017).

Tomazini (2017, p. 37) cita em sua dissertação de mestrado sobre gestão ambiental que “a origem do nome do município deve-se aos índios receberem o nome de Guarus, pela semelhança aos peixes de água doce, da família dos Cipridontídeos, chamados de guarus-guarus, por apresentarem protuberância na parte ventral do corpo, conhecidos também por barrigudinhos. Guarulhos é um dos 39 municípios do estado de São Paulo, localizado a Nordeste da Região Metropolitana da capital. Possui uma área de 341 km² e uma população de, aproximadamente,1.221.979 de milhões de habitantes, com uma taxa anual de crescimento de 1,31% “; Guarulhos faz limite com 6 municípios: a leste com Arujá; a sudeste com Itaquaquecetuba; a noroeste limita-se com Mairiporã; a norte com Nazaré Paulista; ao sul/sudoeste/oeste faz divisa territorial com a cidade de São Paulo; e a nordeste com Santa Izabel. Sendo a nona economia do Brasil, a segunda do estado de São Paulo (FIGURA 1).

Tomazini (2017, p. 18) pontua que a partir de 1952, quando a rodovia Presidente Dutra foi inaugurada como principal via de acesso entre São Paulo e Rio de Janeiro, registrou-se o aumento dos índices de crescimento de Guarulhos. O crescimento da cidade foi influenciado pela instalação da rodovia Fernão Dias, que corta o município, ligando São Paulo a Belo Horizonte em Minas Gerais, e pela abertura do Aeroporto Internacional André Franco Montoro em 1985, considerado o maior e mais moderno da América do Sul. Esses elementos impactaram o crescimento populacional e no crescimento econômico do município.

Figura 1. Região Metropolitana de São Paulo com a localização dos municípios em imagem de satélite. Notar a mancha urbana em mais de 50% do território de Guarulhos-SP (16)