A natureza universal sustenta a vida de todos os seres. (Dalai Lama)
ISSN 1678-0701 · Volume XX, Número 76 · Setembro-Novembro/2021
Início Cadastre-se! Procurar Área de autores Contato Apresentação(4) Normas de Publicação(1) Artigos(8) Notícias(7) Reflexão(4) Para sensibilizar(1) Arte e ambiente(1) Sugestões bibliográficas(2) Educação(1) Ações e projetos inspiradores(2) Cidadania Ambiental(1) O Eco das Vozes(1) Do Linear ao Complexo(1) Relatos de Experiências(9)   |  Números  
Apresentação
18/08/2021 (Nº 76) EDITORIAL DA 76ª EDIÇÃO DA REVISTA EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM AÇÃO
Link permanente: http://revistaea.org/artigo.php?idartigo=4205 
  

EDITORIAL DA 76ª EDIÇÃO DA REVISTA EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM AÇÃO

Embora muitas incertezas ainda permanecem, diante do que temos a enfrentar neste longo período de pandemia, uma certeza é possível destacar: Precisamos, com urgência, mudar o modo como nos relacionamos com o mundo, de uma forma geral, para que possamos evitar problemas maiores e piores dos que atualmente enfrentamos. E diante desta certeza, a revista se apresenta para motivar ações inovadoras e provocadoras de mudanças que contemplem a vida como um todo, em todas as ações humanas.

Enfrentamos inúmeras dificuldades devido ao nosso modo utilitarista de viver, entre elas: desigualdade social, pobreza, fome, miséria, guerras, perda da biodiversidade, crise hídrica, crise climática, desmatamento, queimadas, e o relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) chega para, mais uma vez, nos alertar sobre a nossa interferência negativa no Planeta. “A mensagem principal do relatório é que a mudança do clima é real e atribuída às ações humanas no sistema climático. Os resultados do relatório só reforçam com mais acurácia, dado o maior número de evidências científicas, o que os últimos relatórios do IPCC já ressaltavam”, aponta o pesquisador brasileiro do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE/MCTI), Lincoln Alves - um dos autores do relatório.

É importante salientar que a Educação Ambiental tem um papel fundamental neste contexto de promoção de mudanças e de posturas e foi a Lei Nº 9.795/99 que a instituiu e a legitimou, no Brasil. Em seu capítulo I, art. 2º, dispõe que: “A educação ambiental é um componente essencial e permanente da educação nacional, devendo estar presente de forma articulada, em todos os níveis e modalidades do processo educativo, em caráter formal e não-formal” (BRASIL, 1999, p. 1).

A Educação Ambiental, portanto, abraça as inter-relações sociedade-natureza para favorecer a compreensão do seu enfoque interdisciplinar e desenvolve uma percepção do quanto tudo está conectado e entrelaçado, promovendo mudanças através de um “pensar integrado”.

E não é à toa que grandes pensadores debruçaram-se sobre o tema “mudanças”, indicando o quanto elas são importantes e devem estar presentes em nossas vidas:

Nem tudo que se enfrenta pode ser modificado, mas nada pode ser modificado até que seja enfrentado”. James Baldwin

Somos o que fazemos, mas somos, principalmente, o que fazemos para mudar o que somos”. Eduardo Galeano

Seja a mudança que você quer ver no mundo”. Mahatma Gandhi

Apenas quando somos instruídos pela realidade é que podemos mudá-la”. Bertolt Brecht

Você tem que ser o espelho da mudança que está propondo. Se eu quero mudar o mundo, tenho que começar por mim”. Mahatma Gandhi

Estou com sede de mudanças, mas não quero arrastar os móveis, nem desentortar os quadros. Quero desabitar meus hábitos”. Marla de Queiroz 

Que esta revista, assim como estas frases, nos inspire para uma mudança significativa, já que as emergências socioambientais que vivemos, hoje, colocam em xeque o modelo de vida que construímos. É hora de inovar, de corrigir erros, de manter o que tínhamos de bom e renovar e/ou excluir o que não deu certo, tendo sempre, como princípio, que a verdadeira mudança começa dentro de cada um de nós...

A todos, uma ótima leitura, com muita inspiração! 

 Equipe da revista Educação Ambiental em Ação

www.revistaea.org

Setembro-Novembro/2021



Ilustrações: Silvana Santos