Tudo o que temos a fazer [...] é colocar nosso jeito de viver dentro dos meios ecológicos conhecidos. (Marcus Eduardo de Oliveira)
ISSN 1678-0701 · Volume XX, Número 78 · Março-Maio/2022
Início Cadastre-se! Procurar Área de autores Contato Apresentação(4) Normas de Publicação(1) Artigos(7) Notícias(5) Dicas e Curiosidades(1) Reflexão(1) Para sensibilizar(1) Dinâmicas e recursos pedagógicos(1) Arte e ambiente(1) Divulgação de Eventos(1) Sugestões bibliográficas(1) Educação(1) Ações e projetos inspiradores(2) Do Linear ao Complexo(3) A Natureza Inspira(1) Relatos de Experiências(11)   |  Números  
Artigos
15/12/2021 (Nº 77) INSTRUMENTOS DIDÁTICOS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO LAGO DAS ARAUCÁRIAS, FRAIBURGO/SC
Link permanente: http://revistaea.org/artigo.php?idartigo=4231 
  

Instrumentos didáticos de educação ambiental no Lago das Araucárias, Fraiburgo/SC



CARMAZIO, Érica Beatriz1; CONTE, Isa Mara2; GARCÊS, Marília Lazzarotto3; SANTOS, Débora dos4.

1,2,3 Alunas do Ensino Médio Integrado ao Técnico em Informática e Bolsistas de Ensino do Instituto Federal Catarinense, IFC - Campus Fraiburgo /SC, beatrizeric27@gmail.com; izaconte.21@gmail.com; marilial.garces@gmail.com

4 Docente de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico e Orientadora dos Projetos de Ensino do Instituto Federal Catarinense, IFC - Campus Fraiburgo /SC, debora.santos@ifc.edu.br



Resumo: O Lago das Araucárias, em Fraiburgo /SC, é um local turístico localizado no centro do município. Diversas escolas da cidade costumam levar seus alunos para aulas ao ar livre neste espaço. O Instituto Federal Catarinense, por seu incentivo à pesquisa, ensino e extensão, fornece oportunidade aos seus estudantes de trabalhar em projetos que promovam, dentre outros objetivos, a educação ambiental para a comunidade. Neste trabalho, mostramos dois importantes instrumentos didáticos de educação ambiental desenvolvidos a partir do espaço do Lago das Araucárias: um deles se trata de chaves dicotômicas de identificação botânica e de invertebrados do Lago e outro se trata de uma cartilha infantil de educação ambiental.

Palavras-chave: Chaves dicotômicas; Cartilha infantil; Educação Ambiental.



Abstract: Lago das Araucárias, in Fraiburgo/SC, is a tourist spot located in the center of the county. Several schools in the city usually take their students to outdoor classes in this lake. The Instituto Federal Catarinense, for its incentive to research, teaching and extension, provides the opportunity for its students to work on projects that promote, among other objectives, environmental education for the community. In this work, we show two important didactic instruments for environmental education developed from the Lago das Araucárias space: one of them is about dichotomous keys for botanical and invertebrate identification from lake and the other is a children's booklet on environmental education.

Key words: Dichotomous keys; Children’s booklet; Environmental education.



Introdução

O meio oeste de Santa Catarina sofreu nas últimas décadas com a descaracterização e a fragmentação de hábitats naturais que forneciam condições apropriadas à sobrevivência de diversas espécies (SALEH, 2007). O município de Fraiburgo, SC, apresenta um lago criado de modo artificial, localizado no centro da cidade e que ainda abriga espécies nativas, além de diversas aves migratórias e algumas espécies incorporadas pelo homem, ditas espécies exóticas. O Lago das Araucárias, como é conhecido, é ponto de referência ao turismo da região meio oeste.

Diversas escolas da cidade costumam levar seus alunos para aulas ao ar livre neste espaço. O Instituto Federal Catarinense (IFC), Campus Fraiburgo, por seu incentivo à pesquisa, ensino e extensão, fornece oportunidade aos seus estudantes de trabalhar em projetos que promovam, dentre outros objetivos, a educação ambiental para a comunidade. A iniciativa partiu da dificuldade de se obter recursos e materiais para se trabalhar a educação ambiental nas escolas de ensino fundamental e médio da região.

Dois projetos tiveram andamento em 2019 e 2021 para elaborar estratégias de ensino com instrumentos didáticos que sensibilizassem as crianças e jovens ao aprendizado a campo sobre as espécies biológicas do Lago e sobre a importância de sua preservação. O primeiro deles foi a elaboração de duas chaves dicotômicas de identificação, uma de botânica e outra de invertebrados do Lago. O segundo instrumento foi a cartilha de educação infantil sobre o Lago das Araucárias, contendo história em quadrinhos, atividades lúdicas, curiosidades e informações sobre preservação.



Metodologia

Para a elaboração e aplicação das chaves dicotômicas, realizou-se uma pesquisa-ação, segundo Lüdke e André (1986), com alunos do ensino médio do IFC, em 2019. Saídas ao Lago das Araucárias ajudaram no registro fotográfico das espécies presentes e de possíveis estruturas nelas, cujos nomes tivessem sido trabalhados dentro das aulas nos temas de botânica e zoologia. O instrumento foi adaptado pela bolsista Érica, do nível de graduação para o nível de ensino médio e conforme o Biocionário (BARRETO, 2017), vocabulário de biologia, limitado ao grau respectivo – Segundo ano do Ensino Médio – e conforme à presença de espécies nativas e exóticas deste Lago.

No caso da cartilha infantil de educação ambiental sobre o Lago das Araucárias, desenvolvida durante a pandemia, em 2021, as alunas bolsistas do projeto, Isa Mara e Marília, realizaram um estudo de caso, na qual contou com uma ampla pesquisa na Internet e entrevistas narrativas (BAUER e GASKELL, 2005) via WhatsApp com pessoas, antigas moradoras da cidade e ligadas de alguma forma com a história do Lago. A intervenção nas escolas que tenham Ensino Fundamental para divulgar esse instrumento só será possível no ano letivo de 2022, mas a cartilha estará disponível para download até o final do ano de 2021 no site do GESTEC – Grupo de Pesquisa Interdisciplinar Educação, Sociedade e Tecnologias, em <http://gestec.fraiburgo.ifc.edu.br/>.



Resultados

Como resultados do trabalho sobre a elaboração das chaves dicotômicas de identificação botânica (Quadro 1), espécies dos Filos Briófitas, Pteridófitas, Gimnospermas e Angiospermas do Lago foram acrescentadas com uso dos termos apropriados para suas características, encontrados nos livros didáticos de ensino médio e trabalhados previamente em sala de aula.



Quadro 1: Chave dicotômica de identificação de espécies de plantas do Lago das Araucárias, Fraiburgo /SC.

Sobre a elaboração das chaves dicotômicas de identificação de invertebrados (Quadro 2), acrescentou-se na chave espécies ainda não encontradas no Lago, como sanguessugas, poliquetas, ácaros, traças, carrapatos e crustáceos de um modo geral, no sentido de se trabalhar a identificação pelas características estudadas e de acordo com o vocabulário próprio da série.





Quadro 2: Chave dicotômica de identificação de espécies de invertebrados no geral e do Lago das Araucárias, Fraiburgo /SC.



Na primeira visita os registros fotográficos das turmas permitiram eleger as características e as espécies que eram visíveis no Lago das Araucárias e, após o instrumento didático ter sido concluído, houve uma segunda visita para aplicá-lo. Em pequenos grupos, os adolescentes se dispersaram para pontos distintos ao redor do Lago e foram realizando a identificação dos seres vivos, seguindo as pistas das chaves. Os resultados desta prática foram obtidos de duas formas: o trabalho final do que conseguiram identificar e fotografar com as chaves, na qual acima de 70% da turma ficou com notas acima de 8,0; e o preenchimento de um formulário de averiguação do instrumento, na qual 88% dos alunos aprovou e recomendou a outras escolas o uso deste instrumento.

Em relação ao instrumento da cartilha infantil de educação ambiental sobre o Lago das Araucárias, duas das cinco entrevistas narrativas feitas com moradores antigos da região puderam trazer informações para compor a história em quadrinhos que inicia a cartilha.

Uma história de investigação de um mistério que cerca o roubo dos chorões do Lago, espécie de salgueiro que ativistas ambientais tentavam até 2008 manter como vegetação nativa do local e sempre outras pessoas roubavam as mudas. A história contempla um diálogo entre os atuais animais, como os gansos, as capivaras, diversos tipos de aves, inclusive traz menção às espécies invasoras atuais, como pombos, pardais, ratos e ervas-de-passarinho que se criam ali por causa do esgoto irregular e do hábito das pessoas jogarem grãos e pães no chão ao redor do Lago, atraindo essas espécies.





Figura 2: Primeira página da história em quadrinhos que inicia a Cartilha infantil de Educação Ambiental sobre o Lago das Araucárias, Fraiburgo /SC.



A cartilha segue com informações e curiosidades como: o quão prejudicial pode ser a presença de aguapés no Lago; por que não alimentar os gansos; a araponga, ave símbolo de SC perdendo em número de população para o quero-quero, ave símbolo do RS; qual é a maior árvore do Lago; aves migratórias do Lago, como o papagaio-charão; diversas atividades de colorir, completar, contar, circular e descrever.