O modo de funcionamento da humanidade entrou em crise. (Ailton Krenak)
ISSN 1678-0701 · Volume XXI, Número 80 · Setembro-Novembro/2022
Início Cadastre-se! Procurar Área de autores Contato Apresentação(4) Normas de Publicação(1) Artigos(11) Notícias(11) Dicas e Curiosidades(1) Reflexão(1) Para sensibilizar(1) Dinâmicas e recursos pedagógicos(1) Entrevistas(1) Arte e ambiente(1) Sugestões bibliográficas(1) Educação(1) Você sabia que...(1) Sementes(1) Ações e projetos inspiradores(5) Cidadania Ambiental(1) Do Linear ao Complexo(3) A Natureza Inspira(1) Relatos de Experiências(9)   |  Números  
Notícias
13/09/2022 (Nº 80) CONSUMIDOR ESTÁ EM BUSCA DE PRODUTOS MAIS SUSTENTÁVEIS
Link permanente: http://revistaea.org/artigo.php?idartigo=4336 
  

CONSUMIDOR ESTÁ EM BUSCA DE PRODUTOS MAIS SUSTENTÁVEIS

Pesquisa da Similarweb revela que tendências, como veganismo, alimentos e bebidas orgânicos e cruelty free vão ditar a forma de consumir

 por Amanda Medeiros

A escolha por produtos mais sustentáveis vem ganhando cada vez mais força entre os consumidores. Pode ser com uma embalagem reciclável, pela característica biodegradável para não poluir as águas, com processos de fabricação que não envolvam testes com animais, alimentos orgânicos veganos, entre outras possibilidades.

Essa é a constatação da Similarweb, empresa de inteligência do mercado global, que analisou o comportamento do consumidor brasileiro no último ano, referente às tendências sustentáveis mais em voga, como veganismo, alimentos e bebidas orgânicos e cruelty free (em inglês, livres de crueldade, ou seja, não testados em animais).

Os hábitos de consumo e a forma de consumir mudou”, diz Juliana Junkes, diretora de vendas da companhia. A categoria que recebeu maior volume de visitas na internet foi a de beleza e cosméticos, que correspondeu a 36,67%. Saúde aparece em segundo lugar, com 11,15%, e em terceiro, acesso às informações e à mídia, com 5,17%. Por dia, a Similarweb monitora mais de 4,7 milhões de aplicativos e 100 milhões de sites em 190 países.

Há uma grande tendência em substituir produtos de beleza e alimentos comuns do cotidiano por opções veganas”, diz a executiva. Nesse sentido, dois itens se destacam: iogurtes e whey protein (suplemento alimentar). Os orgânicos também atraíram mais o interesse do público em geral.

De acordo com a diretora, as tendências apontam para um futuro mais consciente. “Além de sustentável para o planeta, é saudável para os seres humanos, pois diminui drasticamente o risco de alergias e criação de vírus causados pelo ambiente que os animais ficam confinados. Parece que o mercado sustentável no Brasil está a passos largos, então vamos continuar acompanhando”, comenta.

Os produtos mais sustentáveis e as diferentes gerações

Segundo os dados obtidos pela pesquisa da Similarweb, mapeamento que foi feito com informações dos últimos 12 meses, os top players que receberam tráfego originário de consultas relacionadas a tópicos sustentáveis são os millennials (25 a 34 anos).

Ainda assim, a Geração Z tem importância no aumento da relevância do tema sustentabilidade. De acordo com uma pesquisa da Forbes lançada recentemente, 79% dos entrevistados da geração Z se preocupam sobre o quão ecológico são os produtos que consomem. E o que estamos percebendo na web é um aumento de tráfego relacionado ao tema sustentável, que acumulou uma média de mais de 600 mil buscas mensais por termos relacionados, principalmente nos ramos de alimentação e de cosméticos”, descreve Davi Waltrick, do setor de marketing & insights da Similarweb.

Para o especialista, essas premissas são bem importantes, pois dizem muito sobre o perfil do consumidor. “Produtos sustentáveis tem por característica serem mais caros, devido ao seu processo de produção seletiva. Podemos inferir que devido a faixa etária que mais consome itens das categorias mencionadas, os millennials têm pela maturidade financeira maior capacidade de comprar itens sustentáveis”, explica.

E por fim, se olharmos algumas das palavras-chave relacionadas à sustentabilidade, percebemos uma tendência pela busca de informações sobre comprovação de sustentabilidade. Por exemplo, via certificados e selos”, coloca Davi Waltrick.

Atenção das marcas

Dada a procura por produtos mais sustentáveis on-line, é natural que os gestores e as marcas voltem os olhares a esse fenômeno. Por isso, de acordo com o profissional da Similarweb, é primordial ter muita transparência da empresa para com a sociedade.

Como forma de atração, divulgar as ações que estão sendo feitas envolvendo sustentabilidade aos clientes é uma possível ferramenta. Fato é que, daqui em diante, essa temática irá gerar discussões cada vez mais maduras, uma vez que a geração Z e os millenials são conhecidos por se importar com o posicionamento das companhias com as quais mantém relações.

Esses esforços para oferecerem produtos compatíveis com o cuidado do meio ambiente e a promoção de ideias sustentáveis são fundamentais e serão notados por esses públicos”, completa. Para se ter uma ideia, nesse sentido, abaixo encontram-se os 12 principais termos de busca na web dos últimos três meses:

Meio ambiente

Sustentabilidade

Desenvolvimento sustentável

O que é sustentabilidade

O que é desenvolvimento sustentável

Desenvolvimento sustentável

O que é meio ambiente

Sustentabilidade ambiental

Preservação do meio ambiente

Sustentável

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Sustentabilidade significado



Tirar ESG do papel

Desse modo, as pautas promovidas pela agenda ESG, que envolvem questões sociais, de governança corporativa e da natureza, passam a ter que sair efetivamente do papel. Mais do que boas ideias, os consumidores se apaixonam por ações de verdade, em que se observa o efeito prático de determinado projeto.

Exemplo claro disso é o compromisso que organizações de diversos segmentos têm assumido ao anunciar publicamente metas para ser carbono zero e cruelty free no curto a médio prazo. O passo a passo para se alcançar tal objetivo é, muitas vezes, atualizado em tempo real pela empresa em seu site ou em suas redes sociais para os interessados sempre ficarem por dentro.

Lidar com esses pontos de forma colaborativa, ao invés de reativa, é uma demanda que o próprio mercado vem demonstrando quantitativamente, com o estudo da Similarweb, e qualitativamente quando o assunto é escolher entre duas marcas: qual terá a preferência do público? Aquela que apenas cumpre o seu papel ao oferecer um produto que funcione? Ou aquela que se preocupa com seu impacto em diferentes sentidos?

Uma das principais características da geração Z – e também dos millennials – é a de se tornarem detratores ou promotores das empresas com as quais se identificam. Logo, trabalhar os aspectos que envolvem a jornada e a experiência do cliente se torna essencial para cativar o cliente.

A essência da marca deve ir além das prateleiras.

Fonte: Consumidor está em busca de produtos mais sustentáveis (consumidormoderno.com.br)

Ilustrações: Silvana Santos