Renunciar ao supérfluo coloca ainda mais em evidência o necessário e o indispensável. - Pierre Rabhi
ISSN 1678-0701 · Volume XXI, Número 81 · Dezembro-Fevereiro 2022/2023
Início Cadastre-se! Procurar Área de autores Contato Apresentação(4) Normas de Publicação(1) Artigos(4) Dicas e Curiosidades(3) Reflexão(6) Para sensibilizar(2) Dinâmicas e recursos pedagógicos(2) Dúvidas(1) Entrevistas(1) Saber do Fazer(1) Arte e ambiente(1) Divulgação de Eventos(9) O que fazer para melhorar o meio ambiente(1) Sugestões bibliográficas(2) Educação(1) Você sabia que...(1) Plantas medicinais(3) Folclore(1) Ações e projetos inspiradores(3) Gestão Ambiental(1) O Eco das Vozes(1) Do Linear ao Complexo(1) A Natureza Inspira(1) Notícias(16)   |  Números  
Dinâmicas e recursos pedagógicos
14/12/2022 (Nº 81) EDUCAÇÃO AMBIENTAL: CINCO ATIVIDADES EDUCATIVAS PARA ENSINAR SUSTENTABILIDADE ÀS CRIANÇAS
Link permanente: http://revistaea.org/artigo.php?idartigo=4400 
  

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: CINCO ATIVIDADES EDUCATIVAS PARA ENSINAR SUSTENTABILIDADE ÀS CRIANÇAS

​​​​​​​​​​​​​​​​Quando a educação ambiental começa a ser aplicada desde os primeiros momentos da educação infantil, as possibilidades de resultados positivos são maiores.

Educação ambiental é o processo de obter novos conhecimentos acerca das questões ambientais, se tornando um agente transformador da preservação do meio ambiente e seus recursos naturais. Quando é incluída de forma efetiva na escola, o indivíduo é preparado para exercer sua cidadania de maneira sustentável. 

A educação ambiental traz mudanças de mentalidade em relação às escolhas que fazemos em nossa vida, levando em conta nossa relação com a natureza. Ela traz opções de vida mais saudáveis e equilibradas, conosco, com os outros e com o ambiente, a começar pelo local de trabalho e doméstico.  

Quando a educação ambiental começa a ser aplicada desde os primeiros momentos da educação infantil, as possibilidades de resultados positivos são maiores. É possível trabalhar com as crianças valores e formação de ideias, buscando transformar as atitudes delas no meio ambiente, a fim de que percebam que todos são responsáveis pelos recursos naturais e que cada um pode fazer sua parte para um mundo melhor. 

O que é Educação Ambiental? 

Entende-se por educação ambiental os processos por meio dos quais o indivíduo e a sociedade constroem valores, conhecimentos, habilidades, atitudes e competências voltadas para a conservação do meio ambiente, bem de uso comum, essencial à vida saudável, à qualidade de vida e à sustentabilidade. 

Hoje, muito se fala em meio ambiente e sobre a necessidade de sua preservação. Porém, embora estimulada entre adultos, a verdade é que essa consciência deve ser construída desde a infância, pois é nessa fase que o indivíduo aprende conceitos e valores que serão levados para toda a vida. Por isso, a educação ambiental na educação infantil é tão importante.  

Para que a educação ecológica comece desde cedo, é essencial conhecer o jeito certo de ensinar sustentabilidade para crianças. A educação ecológica é baseada em três pilares: ambiental, social e econômico. Todos devem ser trabalhados em conjunto com a finalidade de promover e resguardar a existência e funcionalidade de cada pilar. Ou seja, as atitudes sustentáveis devem fortalecer a economia, preservar a natureza e desenvolver a sociedade. 

De acordo com a UNESCO, os quatro objetivos da educação ambiental para crianças são:

Forma1   Conscientizá-las e sensibilizá-las em relação aos problemas ambientais.

Forma2   Fomentar seu interesse em relação ao cuidado e melhoria do meio ambiente.

Forma3   Desenvolver na infância a capacidade de aprender sobre o meio que nos cerca.

Forma4   Ampliar seus conhecimentos ecológicos, em assuntos como energia, paisagem, ar, água, recursos naturais e vida silvestre.​

 

Como introduzir a sustentabilidade na educação infantil ​​​

A sustentabilidade na educação infantil é algo que precisa ser trabalhado em conjunto por toda a sociedade. Entretanto, parte importante desse trabalho começa em casa. É fundamental a atitude dos adultos em conversas com seus filhos, netos, afilhados, sobrinhos (entre outros laços não necessariamente biológicos) sobre o que é o consumo e quais os seus efeitos, o ensinamento sobre temas como descarte do lixo, alimentação, desigualdade social, o que é e como funciona a reciclagem, etc. 

A sustentabilidade é um ideal que visa atender todas as necessidades básicas e primordiais do ser humano sem colocar em risco a preservação do planeta, o que inclui a fauna e a flora. E isso deve ser realizado por meio de processos que possibilitem a reposição dos recursos naturais e evitem o desmatamento, a poluição​ e a extinção de espécies de vegetais, animais e biomas de um modo geral. ​​

 

Infográfico: 10 ações para ajudar o planeta [PDF]

Ensinar sobre sustentabilidade para crianças é um dos passos indispensáveis para desenvolver adultos com mais consciência ambiental e econômica. Toda pequena ação replica em uma grande reação no planeta, tanto positiva quanto negativamente. São essas reações que precisam ser levadas em conta na hora de falar sobre esse tema, para que os produtos dessas atitudes sejam palpáveis para os pequenos e os estimulem a manter os comportamentos corretos. 

5 atividades educativas para ensinar sustentabilidade às crianças

É muito mais fácil ensinar sustentabilidade às crianças por meio de atividades práticas. Por isso, selecionamos 5 atividades para fazer com as crianças e aprender muito enquanto se diverte.  

COLETA SELETIVA E RECICLAGEM 

Adote em sua casa as lixeiras coloridas de coleta seletiva e encontre um ponto de descarte que receba os lixos separadamente por categoria. Embora seja uma ação simples, esse passo é decisivo para que desde cedo haja consciência e responsabilidade em relação ao destino dado aos descartes. Confira nosso Guia Prático de Reciclagem:

  ​

INFOGRÁFICO: Guia Prático de Reciclagem [PDF]

HORTA EM CASA 

A horta em casa é uma maneira de economizar e ainda garantir refeições mais saudáveis, livres de agrotóxicos e outras substâncias tóxicas para a saúde. Cultivar pequenas plantinhas do lar é uma ótima alternativa de trabalhar a responsabilidade e o contato com a natureza, com crianças colocando a mão na massa, ou, melhor dizendo, na terra.   

BRINQUEDOS RECICLADOS E LOUÇA SUSTENTÁVEL 

Você sabia que a primeira esponja que você usou na vida ainda está no planeta, em algum lugar do oceano? Que tal escrever uma história diferente com as crianças? Latas de leite, garrafas pet, caixas de papelão e muitos outros objetos que seriam jogados no lixo podem virar brinquedos reciclados​​. Quando comprar brinquedos em lojas, procure por aqueles de madeira e, preferencialmente, que tenham selo de sustentabilidade. 

A educação ambiental também deve trabalhar a redução na produção de lixos descartáveis, como copos, talheres e guardanapos. Hoje em dia, é cada vez mais comum o uso de louças com materiais reciclados ou com baixo efeito no ambiente. Plástico, sempre evitar!   

BANHOS RÁPIDOS 

Banhos rápidos são uma das tarefas mais difíceis para crianças, que gostam de passar longos períodos brincando com a água. Mas nada que uma "competição de recordes" não ajude a resolver. A dica é criar um jogo com seu pequeno e estabelecer uma média de 10 minutos por banho. Você o ajuda a reduzir esse tempo diariamente através de músicas ou boas práticas, como fechar o chuveiro quando não estiver usando. Para os bebês, o uso de banheiras retém a água, tornando o banho mais sustentável e gostoso.   

DESENHO E PINTURA 

Pintar é uma atividade divertida, que estimula a criatividade e pode ensinar muito para os pequenos e para os adultos também. Nesse sentido, a Neoenergia contribui na educação e conscientização das crianças nas questões que envolvem o meio ambiente e na busca por uma sociedade mais sustentável. 

Instituto Neoenergia lançou a 2ª edição da sua série de livros de colorir, dessa vez focado nos Corais brasileiros. O primeiro livro foi lançando em 2020, chamado “Livro de Colorir - Aves Migratórias", que traz em linguagem infanto-juvenil, informações curiosas e didáticas sobre seis espécies de aves limícolas, aves que se alimentam de invertebrados escondidos na lama, das quais cinco são migratórias.   

Para este ano, o tema escolhido foi a biodiversidade marinha, trazendo os corais como seus principais personagens. O livro Vamos colorir os corais do Brasil? aborda a importância dos corais para os oceanos, e aponta caminhos para que a sociedade possa preservar as espécies marinhas, essenciais à biodiversidade do planeta. Além da explicação sobre cinco tipos de corais presentes na costa brasileira, o livro tem como grande atrativo as páginas para que o público infantil possa soltar sua imaginação e colorir os corais. 

Baixe gratuitamente, aprenda, brinque e divirta-se com a criançada!

Fonte: https://www.neoenergia.com/pt-br/te-interessa/meio-ambiente/Paginas/educacao-ambiental.aspx

Ilustrações: Silvana Santos