Renunciar ao supérfluo coloca ainda mais em evidência o necessário e o indispensável. - Pierre Rabhi
ISSN 1678-0701 · Volume XXI, Número 81 · Dezembro-Fevereiro 2022/2023
Início Cadastre-se! Procurar Área de autores Contato Apresentação(4) Normas de Publicação(1) Artigos(4) Dicas e Curiosidades(3) Reflexão(6) Para sensibilizar(2) Dinâmicas e recursos pedagógicos(2) Dúvidas(1) Entrevistas(1) Saber do Fazer(1) Arte e ambiente(1) Divulgação de Eventos(9) O que fazer para melhorar o meio ambiente(1) Sugestões bibliográficas(2) Educação(1) Você sabia que...(1) Plantas medicinais(3) Folclore(1) Ações e projetos inspiradores(3) Gestão Ambiental(1) O Eco das Vozes(1) Do Linear ao Complexo(1) A Natureza Inspira(1) Notícias(16)   |  Números  
Reflexão
14/12/2022 (Nº 81) IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL
Link permanente: http://revistaea.org/artigo.php?idartigo=4403 
  

IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL

O papel das escolas na educação climática

#tmjUNICEF

A humanidade vive um momento crucial, em que qualquer mudança de comportamento pode afetar nossa vida num futuro próximo. Os jovens são os principais formadores de opinião e tomadores de decisão sobre esse futuro, e, por isso, a educação ambiental é essencial para que seja construída uma sociedade capaz de produzir transformações.

Assim, inserir a educação ambiental nas escolas é capacitar estudantes com pensamento crítico para que saibam se posicionar sobre as questões que envolvem a relação com o meio ambiente e que, certamente, impactarão a sociedade a longo prazo. Aprimorar suas competências e habilidade é garantir que esse assunto não seja negligenciado.

É preciso preparar os jovens para as mudanças, e inserir as pautas climáticas na educação é uma maneira de enxergar com otimismo, posicionamento crítico e determinação o movimento ambiental. O diálogo permite que a mudança seja de maneira mais suave, com profissionais competentes em um mundo que se transforma diariamente.

E qual é o papel da educação ambiental na ação climática?
A educação sempre foi e continua sendo um agente transformador dentro da nossa sociedade. Ou seja, entende-se que, quando as pessoas têm acesso à informação e à ciência, elas são capazes de tomar decisões de forma mais clara e informada e conseguem discutir e gerar melhores soluções aos problemas vigentes. Então, a educação pode gerar grandes mudanças de comportamentos e atitudes que, por sua vez, trazem mudanças para a sociedade. Dessa forma, entende-se que a educação ambiental, o acesso e o entendimento de tópicos como mudanças climáticas, aquecimento global, sustentabilidade, entre outros, se faz extremamente necessário de ser inserido e discutido desde o início da nossa trajetória escolar.

Esse é o papel da educação ambiental para a ação climática: capacitar uma nova geração consciente das necessidades ecológicas que nossa sociedade precisa.

Sendo assim, fica evidente o papel que a educação tem de transformar o cenário em que vivemos, uma vez que a educação é um processo que possibilita a expansão de conhecimento, do instinto questionador e da consciência social. Dentro disso, fica clara a importância da educação ambiental na sociedade, à medida que ela consegue proporcionar a expansão do conhecimento voltado para o entendimento das questões ambientais. Nesse sentido, as escolas têm um grande papel na difusão desse conhecimento, por meio da aplicação de aulas, palestras, seminários que discutam os principais temas referentes à educação climática, gerando um maior conhecimento popular de como podemos cuidar e preservar nosso meio ambiente e buscar formas de solucionar os problemas ambientais atuais e futuros.

Referências
NAÇÕES UNIDAS BRASIL. Iniciativas globais abrem caminho para educação ambiental de jovens. 2018. Disponível em: <
https://brasil.un.org/pt-br/81589-iniciativas-globais-abrem-caminho-para-educacao-ambiental-de-jovens>. Acesso em: 08 out 2022.
NAÇÕES UNIDAS BRASIL. UNESCO transforma educação ambiental em componente curricular básico até 2025. 2021. Disponível em: <
https://brasil.un.org/pt-br/127471-unesco-transforma-educacao-ambiental-em-componente-curricular-basico-ate-2025>. Acesso em: 08 out 2022.
NAÇÕES UNIDAS BRASIL. OIT: Educação climática é fundamental para garantir empregos do futuro. 2021. Disponível em: <
https://brasil.un.org/pt-br/125620-oit-educacao-climatica-e-fundamental-para-garantir-empregos-do-futuro>. Acesso em: 08 out 2022.
NAÇÕES UNIDAS BRASIL. Apenas metade dos currículos nacionais mencionam mudanças climáticas. 2021. Disponível em: <
https://brasil.un.org/pt-br/157321-apenas-metade-dos-curriculos-nacionais-mencionam-mudancas-climaticas>. Acesso em: 08 out 2022.
UNICEF. Declaração Mundial sobre Educação para Todos (Conferência de Jomtien – 1990). Disponível em: <
https://www.unicef.org/brazil/declaracao-mundial-sobre-educacao-para-todos-conferencia-de-jomtien-1990>. Acesso em: 14 out. 2022.
UNITED NATIONS. Creating a New Society through Environmental Education. Disponível em: <
https://www.un.org/en/academic-impact/creating-new-society-through-environmental-education>. Acesso em: 08 out 2022.
UNITED NATIONS. Education is key to addressing climate change. Disponível em: <
https://www.un.org/en/climatechange/climate-solutions/education-key-addressing-climate-change>. Acesso em: 10 out. 2022.
– 
Guia de Educação Ambiental feito pela Secretaria de Estado do Ambiente do RJ
– 
Investindo em Educação/Leituras sobre Mudanças Climáticas

* Autoras: Isadora Colling, Sarah de Jesus Silva dos Santos e Sofia Terezinha Rabello de Siqueira.
Revisores: Beatriz Ilek Rey e Matheus Malheiros Moreira

Fonte: https://www.unicef.org/brazil/blog/importancia-da-educacao-ambiental



Ilustrações: Silvana Santos