Estamos sendo lembrados de que somos tão vulneráveis que, se cortarem nosso ar por alguns minutos, a gente morre. - Ailton Krenak
ISSN 1678-0701 · Volume XXI, Número 86 · Março-Maio/2024
Início Cadastre-se! Procurar Área de autores Contato Apresentação(4) Normas de Publicação(1) Dicas e Curiosidades(7) Reflexão(3) Para Sensibilizar(1) Dinâmicas e Recursos Pedagógicos(6) Dúvidas(4) Entrevistas(4) Saber do Fazer(1) Culinária(1) Arte e Ambiente(1) Divulgação de Eventos(4) O que fazer para melhorar o meio ambiente(3) Sugestões bibliográficas(1) Educação(1) Você sabia que...(2) Reportagem(3) Educação e temas emergentes(1) Ações e projetos inspiradores(25) O Eco das Vozes(1) Do Linear ao Complexo(1) A Natureza Inspira(1) Notícias(21)   |  Números  
Ações e projetos inspiradores
06/09/2023 (Nº 84) HORTAS ESCOLARES: CULTIVANDO CONHECIMENTO E SUSTENTABILIDADE NAS ESCOLAS MUNICIPAIS
Link permanente: http://revistaea.org/artigo.php?idartigo=4604 
  

HORTAS ESCOLARES: CULTIVANDO CONHECIMENTO E SUSTENTABILIDADE NAS ESCOLAS MUNICIPAIS

05/09/2023

Produtos cultivados são usados em oficinas culinárias, no cardápio escolar e distribuídos às famílias dos alunos, colaborando com a segurança alimentar

Foto: Divulgação

 A Secretaria da Educação, por meio da Divisão de Nutrição Escolar e da Seção de Educação Ambiental, está promovendo em todas as escolas da rede municipal, a implantação de hortas escolares. Inserido no projeto “Verdejamento”, que faz parte do "Programa Ribeirão -3ºC", esta ação tem como objetivo, promover a segurança alimentar e nutricional, conscientizar sobre a importância do meio ambiente e oferecer aos alunos experiências enriquecedoras educacionais. O projeto das hortas escolares também conta com o apoio da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI).

 “A Segurança Alimentar e Nutricional (SAN) é o alicerce deste projeto, que visa garantir o acesso regular e permanente a alimentos de qualidade, respeitando a diversidade cultural e sendo social econômico e ambientalmente sustentável. As hortas escolares desempenham um papel crucial para alcançar esses objetivos, pois buscam uma fonte de alimento local e sustentável, ao mesmo tempo em que promovem a educação ecológica, alimentar e nutricional”, explicou Vinício Biagi Pecci, chefe da Seção de Educação Ambiental da Secretaria da Educação.

As hortas se alinham diretamente com o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), que desempenha um papel fundamental na segurança alimentar e nutricional do Brasil. Os produtos cultivados nas hortas são usados em oficinas culinárias, no cardápio escolar e distribuídos às famílias dos alunos, praticando a educação alimentar e nutricional, desta forma, fortalecendo ainda mais a segurança alimentar.

O público-alvo abrange as escolas municipais, juntamente com toda a comunidade escolar envolvida no contexto educacional. A meta é implementar hortas em 95% das 110 unidades escolares municipais, sendo que atualmente, já existem 23 escolas com hortas educativas em funcionamento e outras 9 em processo de implementação.

Este projeto não apenas contribui para a segurança alimentar e nutricional, mas também prepara as futuras gerações para entender e conservar o meio ambiente. As hortas escolares nas escolas da rede municipal estão evoluindo a educação, tornando-a mais sustentável, nutritiva e envolvente para todos os alunos e a comunidade escolar”, finalizaram as nutricionistas Helena Vassimon Bernardes e Paula Arroyo, da Divisão de Nutrição Escolar da Secretaria da Educação.

Fonte: https://bitlybr.com/JbCbV



Ilustrações: Silvana Santos