O conhecimento liberta, a ciência ilumina, informação salva vidas! – André Trigueiro
ISSN 1678-0701 · Volume XXII, Número 87 · Junho-Agosto/2024
Início Cadastre-se! Procurar Área de autores Contato Apresentação(4) Normas de Publicação(1) Artigos(4) Dicas e Curiosidades(5) Reflexão(13) Para Sensibilizar(1) Dinâmicas e Recursos Pedagógicos(7) Dúvidas(2) Entrevistas(1) Culinária(1) Arte e Ambiente(1) Divulgação de Eventos(7) O que fazer para melhorar o meio ambiente(4) Sugestões bibliográficas(1) Educação(1) Você sabia que...(1) Educação e temas emergentes(7) Ações e projetos inspiradores(27) Cidadania Ambiental(1) O Eco das Vozes(1) Do Linear ao Complexo(1) A Natureza Inspira(1) Relatos de Experiências(5) Notícias(24)   |  Números  
Para Sensibilizar
30/05/2023 (Nº 83) SEUS PENSAMENTOS TE TRAVAM OU TE LIBERTAM?
Link permanente: http://revistaea.org/artigo.php?idartigo=4494 
  

SEUS PENSAMENTOS TE TRAVAM OU TE LIBERTAM?



Olá! Adoro estar aqui com vocês!

A frase desta edição me inspirou a mostrar para vocês uma ferramenta que uso bastante em processos de coach para autoconhecimento.

Aprendi essa ferramenta com o coach Geronimo Theml, mas já a vi ser utilizada por muitos outros.

Todos nós somos regidos por valores, mas temos três que regem tudo em nossa vida!

Explico: digamos que eu tenha uma proposta de emprego para duas pessoas, são dois amigos (vou chamar de “amigo 1” e “amigo 2”), ambos com família e em situação difícil. 

Eu começo explicando que o trabalho é honesto, mas tem suas ressalvas.

O amigo 1 diz imediatamente não faço nada que seja ilegal ou com ressalvas! Porque os valores que regem este personagem são honestidade e reputação. Ele jamais conseguiria fazer algo que burlasse tais valores.

O amigo 2 aceita! Pois seus valores principais são responsabilidade e família. Ele tem que cuidar de sua família, ele é responsável por ela!

O trabalho que eu imagino, é o de vender produtos perto do prazo de validade, sem mencionar isso.

É muito importante conhecermos nossos três valores principais, porque a vida fica mais fácil, existem coisas que você não vai fazer e não precisa nem pensar, basta dizer não! É libertador.

Vou mostrar para vocês como usar essa ferramenta!

Escolha cinco valores que para você são muito, MUITO importantes da lista abaixo. Veja, existem mais valores mas esses são os mais utilizados pela maioria.

Valores: desafios, rotina, comprometimento comigo mesmo, aceitação social, excelência, respeito, sucesso, reconhecimento, status, individualidade, contribuição, família, independência, responsabilidade, evolução permanente, poder, compaixão, segurança, mudança, variedade, justiça, honestidade, fama, competitividade, previsibilidade, reputação, estabilidade, liberdade, crescimento contínuo, ordem, organização, pontualidade, comprometimento com o próximo, verdade, divertimento.

Anote estes cinco escolhidos.



Coloque os valores em ordem de hierarquia, os mais importantes primeiro.



Finalmente, sua tarefa vai ser validar seus valores, para você e com três pessoas que te conhecem bem. Você vai mostrar os valores escolhidos por você a elas e perguntar se elas te “enxergam” assim!

Agora que você se conhece um pouco melhor, a minha pergunta é:

Sua cabeça perguntadeira, ou grilo falante, ou consciência, tem te empurrado pra frente, ou te esmagado como batata de purê?

Vocês devem ter percebido que nossa vida e nosso corpo, este conjuntinho que inclui alma, cérebro e algumas coisinhas mais, além do pacote familiar herdado e conhecido como DNA, vem acompanhado de histórias, muitas histórias de várias gerações, conselhos, superstições, emoções e mais. Esta parte é conhecida com energia morfogenética ou campo morfogenético, (campo morfogenético é uma teoria desenvolvida por Rupert Sheldrake que explica alguns padrões de atitudes que se tornam hábitos pela repetição, envolvendo várias pessoas e terminam “criando” como um comportamento coletivo).

Esta é a energia que quando olhada amorosamente na Constelação Familiar, pode indicar uma mudança de rumo, e você pode perceber as coisas acontecendo com mais leveza e sua vida fluindo como deve ser.

Você não deve ser tão cruel consigo quanto sua cabeça dita, nossa consciência quer sempre nos poupar de qualquer tipo de vulnerabilidade, sendo assim, seja leve, deixe muitos “eu tenho que” pra lá.

É obvio faça o que é preciso fazer, não adianta querer um emprego, não terminar seu currículo e ir atras deste emprego! Você precisa sair da zona de conforto, dar um passo....o tamanho do passo e a velocidade do mesmo, é você que escolhe.

E se seu momento estiver muito difícil, por qualquer motivo, procure um tempo no seu dia, ou na sua semana, para fazer algo que você adora!

Reúna-se com amigos, vá brincar de gangorra, pule amarelinha, cante, dance, pule, mergulhe no mar, na piscina, ande sem sapato na grama ou na areia.... divirta-se o máximo que você conseguir, sempre!



Recomendo que assistam esse vídeo de Vane Aguiar no Instagram

Suas vozes internas te impulsionam ou te paralisam?

https://www.instagram.com/p/CsQ2RGovMbd/?utm_source=ig_web_copy_link&igshid=MzRlODBiNWFlZA==

Marína Strachman – Consteladora Familiar e Empresarial, Coach em Bem Estar e Felicidade, Arquiteta e Urbanista, Mestre em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente e Especialista em Educação Ambiental.

marina.strachman@gmail.com

Ilustrações: Silvana Santos