Estamos sendo lembrados de que somos tão vulneráveis que, se cortarem nosso ar por alguns minutos, a gente morre. - Ailton Krenak
ISSN 1678-0701 · Volume XXI, Número 86 · Março-Maio/2024
Início Cadastre-se! Procurar Área de autores Contato Apresentação(4) Normas de Publicação(1) Dicas e Curiosidades(7) Reflexão(3) Para Sensibilizar(1) Dinâmicas e Recursos Pedagógicos(6) Dúvidas(4) Entrevistas(4) Saber do Fazer(1) Culinária(1) Arte e Ambiente(1) Divulgação de Eventos(4) O que fazer para melhorar o meio ambiente(3) Sugestões bibliográficas(1) Educação(1) Você sabia que...(2) Reportagem(3) Educação e temas emergentes(1) Ações e projetos inspiradores(25) O Eco das Vozes(1) Do Linear ao Complexo(1) A Natureza Inspira(1) Notícias(21)   |  Números  
O Eco das Vozes
30/05/2023 (Nº 83) A FADA-FLOR MIMI
Link permanente: http://revistaea.org/artigo.php?idartigo=4552 
  

A FADA-FLOR MIMI

Adriana Backes

No dia 16 de maio, a querida Michèle Sato fez a sua passagem, nos deixando com sentimentos mistos de muita tristeza por sua partida, e muita gratidão por tudo o que ela fez por e para muitas pessoas. Incontáveis legados e pessoas a quem ela tocou com seu jeito de ser.

Precisaria de muitas palavras para descrever a maravilhosa pessoa, educadora ambiental, mulher guerreira, acolhedora, incentivadora e amorosa que ela foi. E por isso, muitas homenagens foram, estão e estarão sendo feitas a ela, como nessa edição dessa revista.

Então, hoje vou agradecer em especial ao carinho, afeto e ideias que ela deu pra personagem da fada Arco-íris (a fada guardiã da natureza) e também ao interesse em conhecer a história "Odara na Floresta", de minha autoria. Como o livro ainda não foi lançado (previsão para junho deste ano) dei a ela um exemplar encadernado (impressão caseira) que eu usava sempre que eu contava esta história. E seguiu me incentivando, contando sobre seus escritos acerca das lendas e da Mitologia, tema do seu pós doc. Suas palavras eram cheias de humanidade e afeto.

Isso tudo num almoço em um CTG em São Francisco de Paula, RS, no intervalo do I Seminário Nacional “Araucárias em Redes de Educação Ambiental”, realizado em de 2022. Esse, que foi um evento de pesquisa e extensão organizado pela Universidade Estadual do Rio grande do Sul (UERGS), o Programa de Pós-Graduação em Ambiente e Sustentabilidade (PPGAS) e a Rede Araucárias, foi um evento muito rico, com muitas aprendizagens, trocas, compartilhamentos, mas também foi mágico.