A responsabilidade social e a preservação ambiental significa um compromisso com a vida. - João Bosco da Silva
ISSN 1678-0701 · Volume XXI, Número 85 · Dezembro-Fevereiro 2023/2024
Início Cadastre-se! Procurar Área de autores Contato Apresentação(4) Normas de Publicação(1) Artigos(1) Dicas e Curiosidades(1) Reflexão(9) Para Sensibilizar(2) Dinâmicas e Recursos Pedagógicos(2) Entrevistas(1) Arte e Ambiente(1) Divulgação de Eventos(13) O que fazer para melhorar o meio ambiente(3) Sugestões bibliográficas(3) Educação(1) Você sabia que...(4) Reportagem(2) Educação e temas emergentes(1) Ações e projetos inspiradores(14) Cidadania Ambiental(1) O Eco das Vozes(1) Relatos de Experiências(2) Notícias(17)   |  Números  
Notícias
15/12/2023 (Nº 85) PARQUE DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL BORORÓS É INAUGURADO EM JOINVILLE
Link permanente: http://revistaea.org/artigo.php?idartigo=4639 
  

PARQUE DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL BORORÓS É INAUGURADO EM JOINVILLE

Por Bernardo Gonçalves | Revisão

 

Foto: Prefeitura de Joinville/Divulgação



Na manhã desta sexta-feira, 8, foi inaugurado o Parque de Educação Ambiental Bororós. A entrega do local aconteceu em cerimônia realizada pela Prefeitura e a Ambiental, empresa que presta o serviço de coleta e tratamento de resíduos na cidade.

O espaço tem mais de 460 mil m² que abrangem o aterro sanitário de Joinville e uma estrutura completa com auditório, viveiro com mudas de plantas, trilhas ecológicas e mirantes para a contemplação de todas as etapas de tratamento de resíduos e compostagem.

Esse parque é fundamental para a gente continuar fazendo aquilo de mais importante que é a educação ambiental. Queremos fazer com que esse ambiente seja de estudos, não só para os alunos dos ensinos Fundamental e Médio, mas para os universitários, para pensarmos em novas tecnologias para transformar os resíduos em energia limpa. Tanto é que estamos instalando aqui a Unidade de Recuperação Energética (URE), que transforma o resíduo que já virou lixo em energia”, explica o prefeito Adriano Silva.

Foto: Prefeitura de Joinville/Divulgação

A inauguração do parque foi possível a partir da assinatura da renovação do contrato com a Ambiental, que prevê uma série de investimentos na área. As obras, no valor de R$ 3,8 milhões, foram custeadas com a Tarifa de Limpeza Urbana. A gestão do parque é uma responsabilidade da empresa.

A proposta do parque é receber a comunidade e mostrar como funciona a gestão de resíduos em Joinville. A importância das estruturas para a saúde pública. O parque está aberto para a comunidade e qualquer pessoa pode entrar em contato com a Ambiental para agendar a visitação, que é feita de maneira guiada”, detalha o engenheiro Everton Herzer, gerente técnico da Ambiental.

O agendamento deve ser feito por meio do telefone (47) 99905-2074.

Ainda durante a cerimônia de inauguração do parque, como parte dos investimentos realizados em educação ambiental, foi anunciada a instalação de 170 ecopontos nas Escolas Municipais e nos Centro de Educação Infantil que integram a Rede Municipal de Ensino de Joinville. No próximo ano letivo, todas as unidades poderão usar desta estratégia.

Guias

Ao chegar ao Parque de Educação Ambiental Bororós, o visitante recebe as primeiras orientações. Na sequência, os guias vão acompanhar a visitação, explicando cada detalhe e esclarecendo as dúvidas que possam surgir.

A gente passou por um processo de revitalização das estruturas que já são existentes no aterro, bem como a construção de novas e reforma de todo o complexo para receber de forma acessível toda a comunidade que queira visitar o parque. Temos o viveiro de mudas, o mirante, de onde é possível visualizar toda a operação do complexo, temos unidades de compostagem, trilhas ecológicas por dentro dos maciços de resíduos já encerrados” detalha Everton.

Parque conta com mirante para contemplação de todas as áreas. | Foto: Prefeitura de Joinville/Divulgação

Para o secretário de Infraestrutura Urbana, Jorge Sá, “a entrega do parque muda o patamar de Joinville em relação à destinação final de resíduos sólidos. A renovação do contrato gerou uma série de investimentos e esse é um modelo excepcional em termos de resultado. A população pode vir aqui, com hora marcada, para ver a beleza que está essa área. Além disso, estamos entregando os 170 ecopontos para serem instalados nas escolas. Iniciamos a implantação da URE, é uma série de investimentos para a cidade de Joinville”, afirma.

Unidade de Recuperação Energética

Durante a cerimônia, a Prefeitura de Joinville e a Ambiental anunciaram o início das obras de instalação da Unidade de Recuperação Energética (URE), uma moderna alternativa tecnológica para a destinação final de resíduos sólidos, que aproveita o seu potencial energético para a geração de energia. O investimento para sua instalação é de R$ 115 milhões.

A URE vai ter capacidade para o processamento de 110 toneladas por dia, o que representa 25% do total de resíduos produzidos em Joinville. Esse material passará por uma fase de separação, trituração e secagem, até se tornar CDR, que é o combustível derivado de resíduo. Este combustível vai alimentar uma caldeira de geração de vapor que movimentará turbinas para a geração de energia elétrica.

Países que são referência em recuperação energética utilizam esta tecnologia, com destaque para o Japão, com mais de 1 mil unidades, e a China, com mais de 600 unidades. Além disso, diversos países da Ásia, Europa e América do Norte. Joinville é a primeira da América Latina com esta tecnologia.

A Licença Ambiental de Instalação e a Licença Ambiental Prévia foram emitidas pelo Instituto do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina, fato que permite o andamento das obras de instalação da URE.

Fonte: Parque de educação ambiental Bororós é inaugurado em Joinville (omunicipiojoinville.com)

Ilustrações: Silvana Santos