ISSN 1678-0701
Número 67, Ano XVII.
Março-Maio/2019.
Números  
Início      Cadastre-se!      Procurar      Submeter artigo      Fazer doação      Contato     Apresentação     Normas de Publicação     Artigos     Dicas e Curiosidades     Reflexão     Para sensibilizar     Dinâmicas e recursos pedagógicos     Entrevistas     Divulgação de Eventos     O que fazer para melhorar o meio ambiente     Sugestões bibliográficas     Educação     Plantas medicinais     Práticas de Educação Ambiental     Uma crônica, um artigo e algumas histórias!     Educação e temas emergentes     Ações e projetos inspiradores     Gestão Ambiental     Cidadania Ambiental     Relatos de Experiências     Notícias
Artigos

13/03/2019CARACTERIZAÇÃO DE IMPACTOS ANTRÓPICOS E NATURAIS SOBRE ECOSSISTEMA DE MANGUEZAL: PRAIA DO CAÚRA NO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DE RIBAMAR– MA  
Link permanente: http://revistaea.org/artigo.php?idartigo=3595 
" data-layout="standard" data-action="like" data-show-faces="true" data-share="true">

CARACTERIZAÇÃO DE IMPACTOS ANTRÓPICOS E NATURAIS SOBRE ECOSSISTEMA DE MANGUEZAL: PRAIA DO CAÚRA NO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DE RIBAMAR– MA

Keven Suane Pinto Ribeiro (kevensuane@hotmail.com)1

Alexandre Dias Leite (alexandreleite_dias@hotmail.com)1

Jamil Daniel Fonseca Silva (daniel-silva15@hotmail.com)1

Douglas Mauro Pacheco Cunha (douglas_cunha17@outlook.com)1

Jhennyfer Silva Cabral (jhennyfercabral52@gmail.com)1

Paula Verônica Campos Jorge Santos (veve.unifap@gmail.com)2



1 Discentes do curso de Engenharia Ambiental, Faculdade Pitágoras de São Luís.

2Docente do curso de Engenharia Ambiental, Faculdade Pitágoras de São Luís.



Resumo: Em cidades litorâneas, os ecossistemas costeiros, especialmente as praias são bastante utilizadas como alternativa de lazer. Essas utilizações podem ocasionar a utilização massiva desses espaços, vez que o aumento do fluxo de pessoas sobre esses locais, a instalação de bares, restaurantes, hotéis, pousadas, casas de moradia, dentre, outras, infra estruturas que suportem esse crescimento podem ocasionar um estresse local e afeta toda a biota local, a exemplo de peixes, crustáceos dentre outros seres vivos que existem nos ecossistemas costeiros, como o manguezal, que cabe destacar é um ecossistema bastante complexo e um dos mais produtivos e importantes do planeta sendo considerado o mais rico ecossistema marinho. Além disso, essas alterações podem modificar a sistemática social de comunidades costeiras que subsistem desses organismos. Neste contexto o objetivo da presente pesquisa foi caracterizar a ocorrência de impactos ambientais no manguezal da Praia do Caúra no município de São José de Ribamar- MA para que uma vez identificada a situação atual possa ser feita uma proposta de atividades de educação ambiental para a localidade, como forma de engajar a comunidade local a cuidar do ambiente.

Abstract: In coastal cities, coastal ecosystems, especially beaches are widely used as a leisure alternative. These uses can make massive use of spaces, expand the flow of people on the premises, an installation of bars, restaurants, hotels, lodges, dwelling houses, among others, infrastructures that support this growth can be made local stress and all a local ecosystem, an example of fish, crustaceans among other living beings that exist in coastal ecosystems such as mangrove, that the matrix is ​​somewhat complex and rather complex one of the most productive and important for the planet being more respected rich marine ecosystem. In addition, these changes can modify a social system of coastal communities that subsist in these organisms. This is a current report of an report of an environmental development report. It is a virtual state of this study to be used in the development of the social environment. , as a way of engaging the local community to take care of the environment.

INTRODUÇÃO

Em cidades e áreas litorâneas, as praias, com certeza, são os pontos mais procurados para o lazer, o que ocasiona o aumento da população sobre as costas, com bares, restaurantes, hotéis e pousadas, e até mesmo construções de casas de férias para o lazer particular (ANJOS, 2005).

As alterações ocasionadas pelas atividades humanas são extremamente significativos nas áreas costeiras, trazendo sérios problemas, que causam pressões no ambiente ou produzindo vários impactos negativos, como a locação de materiais impróprios, suporte da infraestrutura e modificação do escoamento superficial e a drenagem subterrânea, e desmatamento de áreas naturais (CAVALCANTI; CAMARGO, 2000).

Como exemplo de utilização de ecossistemas em regiões costeiras temos o manguezal. O manguezal é um ecossistema bastante complexo e um dos mais produtivos e importantes do planeta, sendo considerado o mais rico ecossistema marinho, pois serve como meio alimentação e proteção para muitas espécies, sendo considerados como berçários naturais. Esse ecossistema frágil tem sido degrado pelo crescimento urbano e ocasionado sérios impactos ambientais (NASCIMENTO et al., 2016).

Segundo a resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) Nº 001, de 23/01/1986, considera-se impacto ambiental qualquer alteração das propriedades físicas, químicas e biológicas do ambiente, causada por qualquer forma de matéria ou energia resultante das atividades humanas que, direta ou indiretamente, afetam: a saúde, a segurança e o bem-estar da população, as atividades socioeconômicas, a biota, as condições estéticas e sanitárias do ambiente e qualidade dos recursos ambientais.

A cidade costeira de São José de Ribamar no estado do Maranhão foi o foco central dessa pesquisa porque é uma alternativa de lazer muito próxima à capital do estado e que por ser constantemente utilizada pode estar passando por modificações do seu sistema natural, o que se não for rapidamente identificada e tomada as devidas providências poderá ocasionar impactos irreversíveis.

Neste contexto o objetivo da presente pesquisa foi caracterizar a ocorrência de impactos ambientais no manguezal da Praia do Caúra no município de São José de Ribamar- MA para que uma vez identificada a situação atual possa ser feita uma proposta de atividades de educação ambiental para a localidade, como forma de engajar a comunidade local a cuidar do ambiente.

METODOLOGIA

O estudo foi realizado no manguezal da Praia do Caúra onde, encontra-se localizada no município de São José de Ribamar- MA de Latitude 2°33'24.33"S e 44°02'14.41"O Longitude (Figura 1). A sede de São José de Ribamar fica a 30km de São Luís, no extremo leste da Ilha, à beira da Baía de São José. Trata-se de uma cidade acolhedora e pacata que tem como atrativo suas paisagens naturais, que guardam praias de beleza singular e o turismo religioso, tradição que já fez da cidade um dos santuários mais importantes do norte-nordeste. Em São José de Ribamar a vegetação predominante é a de cobertura vegetal com abundância de manguezais, vegetação perenifólia além de palmeiras (IBGE, 2010).

Figura 1- Aréa de Estudo. Fonte: Google Earth.

Para elaboração do presente estudo foi utilizado a pesquisa exploratória que busca proporcionar maior familiaridade com o objeto de estudo (Köche, 1997). Assim como, pesquisa qualitativa, onde segundo Zanelli (2002), sua utilização é mais indicada quando: a) o objetivo é estudar casos particulares, mais do que abarcar populações extensas; b) deseja-se o entendimento da experiência subjetiva em vez do teste de hipóteses; c) busca-se a análise interpretativa em lugar da manipulação estatística dos fatos; e d) pretende-se tomar os dados na forma de palavras e não de números.

O estudo de caso envolve o estudo profundo de um ou poucos objetos de maneira que se permita o seu amplo e detalhado conhecimento (GIL, 2007). Descrever e caracterizar estudos de caso não é uma tarefa fácil, pois eles são usados de modos diferentes, com abordagens quantitativas e qualitativas, destaca-se ainda o papel relevante do investigador que deverá ter cuidado com as generalizações e buscar sempre o rigor científico no tratamento da questão (VENTURA, 2007).

RESULTADOS

O Quadros 1 demostra alguns impactos ocasionados pelo o uso e ocupação bem como seus respectivos resultados sobre manguezal da praia do Caúra de São José de Ribamar.

Quadro 1- Aspectos e impactos ambientais do manguezal da praia do Caúra São José de Ribamar-MA.

USO E OCUPAÇÃO

IMPACTOS AMBIENTAIS

RESULTADO

Pesca artesanal e Turismo

Poluição Hídrica, Desmatamento, Assoreamento.

Diminuição seletiva de espécies mais exploradas, desestruturação da cadeia alimentar, redução do potencial genético e recursos animais.

Urbanização

Desmatamento, Erosão de encostas, Assoreamento, Contaminação hídrica e do solo, Modificação da paisagem.

Aumento da erosão edáfica, avanço de sedimentos, modificações microclimáticas, ampliação da evaporação hídrica e edáfica, diminuição do potencial biológico e desestabilização do relevo.

Uso de água e solo

Poluição por Lançamento de resíduos nos cursos d’água e superfície do solo.

Alteração das propriedades físico-química das águas superficiais e subsuperficiais, contaminação do solo, transmissão de doenças e degradação da paisagem.

Ocupação Irregulares

Construção de residências.

Modificação da paisagem, perda da fertilidade natural do solo, eliminação da fauna e flora endêmica, aceleração dos processos erosivos.



DISCUSSÃO

De acordo com as informações que podem ser vista no Quadro 1 e a partir da visitas de campo realizadas foram verificados alguns impactos ambientais como: a construção de residências, que ocupam o manguezal de forma irregular e por consequência não possuem serviços de saneamento básico como: coleta seletiva, abastecimento de água (Figura 2). Verificou-se que para construção das moradias levaram ao desmatamento e assoreamento no ao entorno do manguezal (Figura 3).

Figura 2- Ocupação de residências no manguezal. Fonte: Arquivo Pessoal.

Figura 3 – Desmatamento e assoreamento.

Por falta de saneamento a população descarta um grande quantidade de resíduos sólidos, como lixo doméstico e principalmente bastante plástico, ocasionando a poluição dos cursos de água e do solo, bem como diminuição da fauna e flora ali presentes, a presença de resíduos plásticos que é uma ameaça aos animais marinhos que utilizam desse ecossistema para se reproduzir e que muitas vezes confundem o plástico com alimento, morrendo por asfixia ou por obstrução do aparelho digestivo (Figura 4). Foi verificado o lançamento de esgoto in natura diretamente sobre o manguezal (Figura 5).

Figura 4- Lançamento de Resíduos plásticos. Fonte: Arquivo Pessoal.

Figura 5- Lançamento de Esgoto in natura. Fonte: Arquivo Pessoal.

Verificou-se que a ocupação do homem na Praia do Caúra ocasionou em diversos impactos ao ecossistema presente no manguezal bem como a falta de saneamento dos moradores, acarretando em grande poluição nesta área.

Vale ressaltar que os elementos do meio ambiente devem se manter em equilíbrio, principalmente os ecossistemas de mangue pois, as consequências da degradação ambiental feita pelo homem em uma determinada área prejudica a biodiversidade marinha, que é base de uma cadeia trófica e elementar para sobrevivência de diversas espécies do planeta.

São imprescindíveis que sejam tomadas medidas mitigadoras para amenizar os impactos e até mesmo solucionar tais problemas, como elaborar planos de educação ambiental para a população circunvizinha da área, proteger espécies raras, endêmicas, vulneráveis, ou em perigo de extinção, preservar os recursos hídricos, contribuir para o monitoramento ambiental.

É importante que seja feita de forma rápida e efetiva uma ação de Educação Ambiental na localidade, como forma de engajar a comunidade local para cuidarem do ambiente em que vivem. Observou-se que vários impactos podem ser mitigados pela própria comunidade, que muitas vezes pela própria falta de informação a acerca das ações adequadas a serem tomadas acaba por não fazer e os impactos sobre o ambiente tendem a aumentar gradativamente.

Essas ações de educação ambiental podem ser realizadas pelo poder púbico, mas no contexto desse trabalho, os próprios autores têm a intenção de realizá-las como forma de projeto em escolas locais, para que os alunos e também moradores locais possam aprenderem a cuidar do ambiente e virem agentes multiplicadores desse cuidado. Assim o presente trabalho é o subsídio necessário para a tomada de ação.

BIBLIOGRAFIA

ANJOS, Kainara Lira dos. Turismo em cidades litorâneas e seus impactos ambientais urbanos: o caso de Porto de Galinhas, PE. 2005. Tese de Doutorado. Dissertação (Mestrado)–UFPE. Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Urbano. Recife.

CAVALCANTI, Agostinho Paula Brito; CAMARGO, José Carlos Godoy. Impactos e condições ambientais da zona costeira do Estado do Piauí. Rio Claro: USP/DGH, 2000.

CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE – CONAMA. Resolução Nº 307 do Conama, de 5 de julho de 2002. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, 17 jul. 2002.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2007.

KÖCHE, José Carlos. Fundamentos de metodologia científica: Teoria da ciência e iniciação à pesquisa. 20. ed. atualizada. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

NASCIMENTO, Sabrina; DA SILVA, Elenice Rachid; DE ALMEIDA, Josimar Ribeiro. PROJETO DE AVALIAÇÃO DE IMPACTOS, PASSIVOS E DANOS AMBIENTAIS NA REGIÃO DE ARACAJU. Revista Internacional de Ciências, v. 6, n. 1, p. 109-122.

VENTURA, M. M. O Estudo de Caso como Modalidade de Pesquisa. Revista da Sociedade de Cardiologia do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, v.20, n.5, p.383-386, 2007.

ZANELLI. J. C. Pesquisa qualitativa em estudos da gestão de pessoas. Estudos de Psicologia. 2002.



" data-layout="standard" data-action="like" data-show-faces="true" data-share="true">
 
Início      Cadastre-se!      Procurar      Submeter artigo      Fazer doação      Contato     Apresentação     Normas de Publicação     Artigos     Dicas e Curiosidades     Reflexão     Para sensibilizar     Dinâmicas e recursos pedagógicos     Entrevistas     Divulgação de Eventos     O que fazer para melhorar o meio ambiente     Sugestões bibliográficas     Educação     Plantas medicinais     Práticas de Educação Ambiental     Uma crônica, um artigo e algumas histórias!     Educação e temas emergentes     Ações e projetos inspiradores     Gestão Ambiental     Cidadania Ambiental     Relatos de Experiências     Notícias