ISSN 1678-0701
Número 60, Ano XVI.
Junho/Agosto/2017.
Números anteriores 
Início      Cadastre-se!      Procurar      Submeter artigo      Fazer doação      Contato     Apresentação     Normas de Publicação     Artigos     Dicas e Curiosidades     Reflexão     Para sensibilizar     Dinâmicas     Entrevistas     Culinária     Arte e ambiente     Divulgação de Eventos     O que fazer para melhorar o meio ambiente     Sugestões bibliográficas     Educação     Plantas medicinais     Educação Ambiental e Comunicação     Práticas de Educação Ambiental     Sementes     Educação e temas emergentes     Ações e projetos inspiradores     Relatos de Experiências     Notícias
Para sensibilizar

04/06/2017
OITO OU OITENTA  
Link permanente: http://revistaea.org/artigo.php?idartigo=2779 
" data-layout="standard" data-action="like" data-show-faces="true" data-share="true">

 

OITO OU OITENTA

 

Resumo: Só com bom senso, inteligência e discernimento podemos fazer a vida melhorar.

 

Aniversário de 15 anos, merece uma linda comemoração!!!

Esta revista nasceu de um sonho da incansável Bere Adams e algumas pessoas abraçaram esta linda causa de disseminar um mundo melhor através de práticas de educação ambiental!

Nem todos permaneceram, mas a revista nesses 15 anos de existência mudou para melhor!

Parabéns a todos que fazem deste mundo um mundo melhor!!

Vamos comemorar esta data!

 

Estamos numa época maluca, onde tudo é oito ou oitenta.

Uma época diferente, mas que como em qualquer época, somos tentados o tempo todo.

Só com bom senso, inteligência e discernimento podemos fazer a vida melhorar.

Então vamos descobrir se você é uma pessoa com tais características?

 

Você entra em um taxi ou Uber e no banco aonde você se senta, tem uma carteira recheada, um Ipad, ou qualquer item que você sempre sonhou em ter, mas nunca pôde ter

O que você faz com esse objeto, avisa ao motorista ou pega para você?

Pôxa,lá vem a Marina com esse papo chato de politicamente correto.Não,se liga!

A vida não é ser ou não ser politicamente correto, aliás este mundo do “politicamente correto” é muito besta!

Gente sem nenhum jogo de cintura, sem discernimento, em sua maioria sem cultura também!

Não tem bom senso para diferenciar um texto de Monteiro Lobato, que foi escrito em outra época do mundo, (O Sitio do Pica PauAmarelo, foi escrito em 1939, antes da segunda guerra mundial), de um texto racista escrito nos dias atuais.

Querem modificar a letra de músicas infantis antigas, mas toleram estas aberrações de hoje, de algumas letras de música nacionais, que fazem da mulher nada mais que um objeto.

E quando iniciei este texto disse que só o bom senso, inteligência e discernimento podem fazer a diferença neste mundo de oito ou oitenta.

Você é uma pessoa que ouve opinião de outras pessoas?

Você sabe trabalhar em equipe? Você se acha melhor que os outros?

Você é amigo de alguém?

E de você mesmo, é amigo ou inimigo?

Você gosta de ajudar as pessoas e ver outras pessoas felizes, ou detesta?

Você é uma pessoa que tem carinho, amor, apego às coisas ou às pessoas?

Na minha opinião, o maior problema que enfrentamos nos dias de hoje, é o de “coisificar” as pessoas e amar as coisas.

O ato de dar mais atenção, se preocupar mais com seu smartphone, carro, par de sapatos, relógio, animaisde estimação... ao invés de dar atenção ao parceiro (namorado, namorada, marido ou esposa), filhos, pais, amigos (se é que tem), colegas de trabalho ou da escola, é um problema grave e na minha opinião, é o que está tornando as pessoas amalucadas.

 

Moro na mesma casa há mais de trinta anos, um dia minha mãe morreu, um vizinho veio dizer que sentia muito. Mas no dia que meu pastor alemão morreu, três vizinhos vieram dizer que sentiam muito!

Adoro cachorro, o Máscara viveu conosco por 15 anos, mas minha mãe é mais importante, entende?

Isso é um dos muitos exemplos de coisificação.

Pais delegam às escolas ou às babás a educação de seus filhos, “compram”as crianças com coisas o tempo todo, têm medo de dizer não aos filhos, criam pequenos tiranos. E o resultado é um mar de crianças mau educadas e de pais que seu maior sonho é comprar alguém que cuide dos filhos (neste caso digo comprar, pois não existe normalmente o mínimo respeito pela pessoa que fará tal serviço), comprar alguém para “domar” a esposa e comprar serviço, comprar o último modelo de qualquer coisa, comprar....

Veja acho que todos temos direito a ter tudo o que quisermos, mas não em detrimento das pessoas ou do meio ambiente!

Parem de comprar achando que a felicidade está nas coisas, encontre a felicidade dentro de você e assim além de ser mais feliz, você fará mais gente feliz.

O seu comportamento perante tudo é o que faz a diferença e você é a peça mais importante em busca de um mundo melhor.

Cada um de nós tem a capacidade de modificar para melhor nosso ambiente, às vezes basta um sorriso ou uma flor para termos um ambiente melhor!

Pensem nestas frases!!

“Mude seus pensamentos e você mudará seu mundo” - Norman Vincent Peale

¨Se você não está fazendo a vida de alguém melhor então você está desperdiçando o seu tempo¨ - Will Smith

Somos responsáveis por nossos atos!

Só com bom senso, inteligência e discernimento podemos fazer a vida melhorar.

 

Parabéns a todos pelo 15º aniversário!

 

Marina Strachman - arquiteta e urbanista, mestre em desenvolvimento regional e meio ambiente e especialista em educação ambiental.marinastrachman@yahoo.com.br

 

 

 



" data-layout="standard" data-action="like" data-show-faces="true" data-share="true">
 
Início      Cadastre-se!      Procurar      Submeter artigo      Fazer doação      Contato     Apresentação     Normas de Publicação     Artigos     Dicas e Curiosidades     Reflexão     Para sensibilizar     Dinâmicas     Entrevistas     Culinária     Arte e ambiente     Divulgação de Eventos     O que fazer para melhorar o meio ambiente     Sugestões bibliográficas     Educação     Plantas medicinais     Educação Ambiental e Comunicação     Práticas de Educação Ambiental     Sementes     Educação e temas emergentes     Ações e projetos inspiradores     Relatos de Experiências     Notícias