ISSN 1678-0701
Número 68, Ano XVIII.
Junho-Agosto/2019.
Números  
Início      Cadastre-se!      Procurar      Área de autores      Contato     Apresentação     Normas de Publicação     Artigos     Dicas e Curiosidades     Para sensibilizar     Dinâmicas e recursos pedagógicos     Entrevistas     Arte e ambiente     Divulgação de Eventos     Sugestões bibliográficas     Educação     Você sabia que...     Plantas medicinais     Folclore     Práticas de Educação Ambiental     Sementes     Ações e projetos inspiradores     Gestão Ambiental     Cidadania Ambiental     Relatos de Experiências     Notícias
 
Cidadania Ambiental

No. 68 - 11/06/2019
CAMPANHA EDUCATIVA CONTRA O MOSQUITO DA DENGUE  
Link permanente: http://revistaea.org/artigo.php?idartigo=3640 
" data-layout="standard" data-action="like" data-show-faces="true" data-share="true">



CAMPANHA EDUCATIVA CONTRA O MOSQUITO DA DENGUE





Por Luciana Ribeiro



Reconhecer o problema é primeiro passo para combater o mosquito da dengue



De acordo com os dados divulgados pelo Portal do Ministério da Saúde no dia 25 de março de 2019 (cresceu em 264% o número de casos de dengue no país, os óbitos pela doença também aumentaram 67%, entre 30 de dezembro e 16 de março de 2019, em comparação ao mesmo período de 2018, sendo a maior concentração no estado de São Paulo), fatos que evidenciam a gravidade do problema e a necessidade de reeducar as crianças, os jovens e os adultos através de campanhas educativas nos lares, nas empresas e nos espaços sociais em geral.



Combater o mosquito Aedes Aegypti no Brasil, faz parte das inúmeras ações alavancadas pelo governo federal,as quais, têm sido articuladas em conjunto com órgãos, como o Ministério da Educação, Ministério do Meio Ambiente e outros, que mobilizam o enfrentamento do problema que tornou-se uma epidemia em muitas cidades brasileiras, como em São Paulo, Distrito Federal e Minas Gerais.



Neste sentido, a cidade de Brasília deveria ser um referencial de caráter irrefutável para as demais cidades brasileiras, pois o caso do carro “fumacê” demonstrou o contrário e totalmente distante dos parâmetros exigidos pela Constituição Federal e pela Legislação Ambiental.Além disso, comprovou-se uma série de irregularidades apontadas pelo Ministério Público (leia sobre o problema socioambiental e as providências tomadas pelo poder público:https://g1.globo.com/df/distrito-federal/noticia/2019/05/30/apos-24-dias-suspenso-fumace-volta-a-funcionar-no-df.ghtml )



Diante da problemática e das dificuldades enfrentadas para combater o mosquito da dengue no Brasil, a parceria entre as instituições públicas e privadas é uma forma sustentável para implementarmos diversas soluções educativas nos lares, nas escolas, nas empresas e nos espaços sociais em geral, como, por exemplo,ensinar a todos a fazer a coleta seletiva dos resíduos sólidos de modo permanente nas cidades;ou seja, fazer o bom uso das ferramentas pedagógicas e tecnológica pode resolver o problema na sua raiz.



Seguem algumas recomendações do Ministério da Saúde para combater o mosquito da dengue:

Causas, sintomas, tratamento e prevenção – Informações do Portal Ministério da Saúde



Créditos da imagem: Portal do Ministério da Saúde



Transmissão da dengue

A dengue é transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti. Após picar uma pessoa infectada com um dos quatro sorotipos do vírus, a fêmea pode transmitir o vírus para outras pessoas. Há registro de transmissão por transfusão sanguínea.



Os principais sintomas da dengue são:

Febre alta > 38.5ºC.

Dores musculares intensas.

Dor ao movimentar os olhos.

Mal estar.

Falta de apetite.

Dor de cabeça.

Manchas vermelhas no corpo.

Como é feito o tratamento da dengue?

Não existe tratamento específico para a dengue. Em caso de suspeita é fundamental procurar um profissional de saúde para o correto diagnóstico.

A assistência em saúde é feita para aliviar os sintomas. Estão entre as formas de tratamento:

  • Fazer repouso;

  • Ingerir bastante líquido (água);

  • Não tomar medicamentos por conta própria;

  • A hidratação pode ser por via oral (ingestação de líquidos pela boca) ou por via intravenosa (com uso de soro, por exemplo);

  • O tratamento é feito de forma sintomática, sempre de acordo com avaliação do profissional de saúde, conforme cada caso.



Como prevenir a dengue?

A melhor forma de prevenção da dengue é evitar a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, eliminando água armazenada que podem se tornar possíveis criadouros, como em vasos de plantas, lagões de água, pneus, garrafas plásticas, piscinas sem uso e sem manutenção, e até mesmo em recipientes pequenos, como tampas de garrafas.

Link para saber mais/ http://portalms.saude.gov.br/saude-de-a-z/dengue



Vacina contra a dengue



No momento, só existe uma vacina contra dengue registrada na Anvisa, que esta disponível na rede privada. Ela é usada em 3 doses no intervalo de 1 ano e só deve ser aplicada, segundo o fabricante, a OMS e a ANVISA, em pessoas que já tiveram pelo menos uma infecção por dengue.



Esta vacina não está disponível no SUS, mas o Ministério da Saúde acompanha os estudos de outras vacinas.



Link para saber mais/ http://portalms.saude.gov.br/saude-de-a-z/dengue



O Portal do Ministério da Saúde, organizou e disponibilizou uma série de informações objetivas que podem ser dialogadas com os especialistas,os educadores e os gestores públicos poderem tomar providências políticas e pedagógicas e o exercício da cidadania seja uma garantia para todos.

Outras informações sobre a Vacina contra a dengue:Leia a reportagem que aborda a criação da vacina – sua evolução que envolve pesquisadores brasileiros, japoneses e americanos –

Leia sobre o Instituto Butantan e a vacina contra a dengue

https://saude.abril.com.br/medicina/butantan-firma-parceria-inedita-para-vacina-brasileira-contra-dengue/



https://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2019/01/14/dengue-a-corrida-pelavacina-que-envolve-pesquisadores-brasileiros-japoneses-e-americanos.ghtml



O Projeto Lobo Guará e a educação ambiental em Brasília - exemplo para ser dialogado com as famílias, os especialistas e os gestores públicos

Créditos da imagem: Blog Teatro “Lobo-Guará 



Dialoguei com o tenente Batista que é líder e apoio do Teatro que faz parte do Programa de Educação Ambiental Lobo Guará do Comando de Policiamento Ambiental da PMDF, o qual disse orgulhoso que “a tarefa de conscientizar as crianças, os jovens e os adultos com o apoio dos trabalhos lúdicos, têm ajudado bastante nas atividades que moralizam a preservação do meio ambiente no DF.”

É de suma importância, executar trabalhos pedagógicos focados nas necessidades sociais e ambientais que permeiam as cidades brasileiras. Neste sentido, o poder público deve intensificar a divulgação dos trabalhos ambientais e ainda investir na educação ambiental que melhora a qualidade de vida dos cidadãos

http://servicos.pm.df.gov.br/index.php/programas-sociais/79-programa-educacional-lobo-guara

Carta da Terra

A carta da Terra (link: carta da Terra para adultos:

http://www.mma.gov.br/responsabilidade-socioambiental/agenda-21/carta-da-terra.html) Destaco a esse documento que foi aprovado na Eco 92 (Reunião com vários países, como o Brasil – para discutirem a importância do cidadão e do planeta Terra) ajudando os educadores e os diversos profissionais a implementarem ações pedagógicas, como propiciarem o debate dos problemas socioambientais (o desmatamento de áreas verdes,a poluição dos recursos hídricos e a poluição dos resíduos sólidos nas cidades e dessa maneira,poder combater o mosquito da dengue nas cidades).

Carta da Terra para crianças - adaptada

http://www.agenda21local.com.br/download/carta_da_terra_para_criancas.pdf



O uso do selo nas atividades escolares é liberado pelo Ministério da Saúde (precisa citar os créditos), pode ajudar bastante na campanha de prevenção contra o mosquito da dengue, portanto, é interessante que as crianças e os adultos dialoguem sobre o assunto de modo prático e real, inclusive, inseri-lo nos folhetos, nas cartilhas educativas, nas redações, ou seja, utilizando dele como instrumento pedagógico para a realização de ações e de projetos educativos – inclusive, convidar a comunidade para participar das atividades em geral.



O Ministério da Saúde fornece os seguintes suportes para combater o mosquito:

*Apoio técnico

*Insumos, como larvicidas

*Veículos para realizar fumacês

*Testes diagnósticos

*Recursos para campanhas educativas e publicitárias

*Laboratórios abastecidos com o teste em Biologia Molecular



Considerações finais:

Recomendo a visita nos lixões para os cidadãos conhecerem de perto a realidade social e ambiental de cada cidade local e solicitar aos alunos das escolas, das faculdades e das universidades, que façam estudos de casos para ajudar os gestores públicos a cumprirem seus compromissos políticos e pedagógicos, inclusive, mobilizarem debates nos Fóruns e nos espaços políticos em geral em parceria com os líderes comunitários.

Sugiro para cidadãos, especialistas e os gestores públicos, que assistam o Programa Cidades e Soluções da Globo News (Pesquisadores desenvolvem armadilha contra o aedes aegiptyhttp://g1.globo.com/globo-news/videos/v/pesquisadores-desenvolvem-armadilha-contra-o-aedes-aegipty/7327873/), e conheçam investimentos governamentais e não governamentais, os quais priorizam uma gestão sustentável e a divulgação de soluções científicas e tecnológicas disponíveis para o mercado brasileiro e internacional.

Vislumbro a Legislação Ambiental que recomenda o diálogo e a democratização das informações ambientais (comunicação ambiental) entre os cidadãos, os especialistas em geral e os gestores públicos, os quais podem trabalhar em parceria com a mídia (televisão/rádio etc) para divulgarem as ações e os projetos educativos baseados numa visão sustentável, a qual facilite o acesso através de folhetos, cartilhas, folders e outros relevantes para a prevenção e o combate do mosquito da dengue nas cidades brasileiras.



Sugestão de atividades pedagógicas, pesquisas acadêmicas e livros - para os cidadãos, os especialistas e osgestores públicos resolverem os problemas provocados pelo mosquito da dengue:

Aedes Aegypti: aprenda a fazer uma armadilha para combater o mosquito

http://g1.globo.com/luta-contra-a-dengue/videos/t/todos-os-videos/v/aedes-aegypti-aprenda-a-fazer-uma-armadilha-para-combater-o-mosquito/4901895/?mais_vistos=1

CONFIRA UMA ATIVIDADE CONTRA O MOSQUITO DA DENGUE QUE ENSINA CIÊNCIAS ATRAVÉS DA INVESTIGAÇÃO

https://novaescola.org.br/bncc/conteudo/76/confira-uma-atividade-contra-o-mosquito-da-dengue-que-ensina-ciencias-atraves-da-investigacao

Cartilha sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos -PNRS voltada a crianças e professores

http://abes-sp.org.br/arquivos/Cartilha_PNRS_para_Criancas_ABES_SP_SELUR.pdf

Coleta seletiva municipal: como fazer?

https://www.cnm.org.br/cms/biblioteca/Coleta%20seletiva%20munipal.%20Como%20Fazer%20(2016).pdf

Cartilha:O barrigudinho na batalha contra a dengue/Embrapa

https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/26436/1/BARRI0001.pdf

Zika, Chikungunya e dengue: medidas preventivas naturais para você e seu lar – Lar Natural/Remédios naturais e outros

https://lar-natural.com.br/zika-chikungunya-e-dengue-medidas-preventivas-naturais-para-voce-e-seus-lar/

Peixe é usado como alternativa no combate à dengue em Alfenas, MG

http://g1.globo.com/mg/sul-de-minas/noticia/2015/12/peixe-e-usado-como-alternativa-no-combate-dengue-em-alfenas-mg.html

Jovens criam armadilha para acabar com o mosquito da dengue

http://g1.globo.com/luta-contra-a-dengue/videos/t/todos-os-videos/v/jovens-criam-armadilha-para-acabar-com-o-mosquito-da-dengue/4823119/

Prefeitura dá selo de qualidade para lares sem o Aedes aegypti em Luziânia

https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2016/02/12/interna_cidadesdf,517521/prefeitura-da-selo-de-qualidade-para-lares-sem-o-aedes-aegypti-em-luzi.shtml

http://portalarquivos.saude.gov.br/campanhas/mosquito/

Meio Ambiente por Inteiro - Gestão de resíduos sólidos (17/06/17)

https://www.youtube.com/watch?v=hHB1NriD3YI

São Sebastião enfrenta surto de dengue e se prepara para novo mutirão

https://www.metropoles.com/distrito-federal/sao-sebastiao-enfrenta-surto-de-dengue-e-se-prepara-para-novo-mutirao

Contatos – Ministério da Saúde:

http://portalms.saude.gov.br/acesso-a-informacao/institucional/atendimento-ao-cidadao

O Programa de Educação Ambiental Lobo Guará – Agendamento

Telefones:

(61) 3190-5132

(61) 3190-5115

E-mail: loboguara.pmdf@gmail.com

Blog: http://teatroloboguara.blogspot.com/

InformativosEpidemiológicos Dengue, Chikungunya, FebreAmarela e Zika

http://www.saude.df.gov.br/informes-dengue/

Fonte das informações e leitura para saber sobre o assunto da reportagem:

http://portalms.saude.gov.br/

https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2019/03/31/interna_cidadesdf,746435/casos-de-dengue-no-df-aumentam-quase-600-no-primeiro-trimestre-de-201.shtml

https://g1.globo.com/

http://www.jornaldebrasilia.com.br/cidades/ofensiva-contra-dengue-vai-desafogar-hospitais-preve-ibaneis-ao-lancar-acao/

https://portal.fiocruz.br/dengue

https://www.embrapa.br/dengue-zika-virus-e-chikungunha

https://g1.globo.com/bemestar/noticia/2019/04/30/casos-de-dengue-crescem-339percent-no-brasil-em-2019-quase-mil-cidades-tem-risco-de-surto.ghtml









" data-layout="standard" data-action="like" data-show-faces="true" data-share="true">
 
  Início      Cadastre-se!      Procurar      Área de autores      Contato     Apresentação     Normas de Publicação     Artigos     Dicas e Curiosidades     Para sensibilizar     Dinâmicas e recursos pedagógicos     Entrevistas     Arte e ambiente     Divulgação de Eventos     Sugestões bibliográficas     Educação     Você sabia que...     Plantas medicinais     Folclore     Práticas de Educação Ambiental     Sementes     Ações e projetos inspiradores     Gestão Ambiental     Cidadania Ambiental     Relatos de Experiências     Notícias