ISSN 1678-0701
Número 60, Ano XVI.
Junho/Agosto/2017.
Números anteriores 
Início      Cadastre-se!      Procurar      Submeter artigo      Fazer doação      Contato     Apresentação     I Prêmio Educação Ambiental em Ação     Normas de Publicação     Artigos     Dicas e Curiosidades     Reflexão     Para sensibilizar     Dinâmicas     Entrevistas     Culinária     Arte e ambiente     Divulgação de Eventos     O que fazer para melhorar o meio ambiente     Sugestões bibliográficas     Educação     Plantas medicinais     Educação Ambiental e Comunicação     Práticas de Educação Ambiental     Sementes     Educação e temas emergentes     Ações e projetos inspiradores     Relatos de Experiências     Notícias
Relatos de Experiências

03/06/2017USO DA ÁGUA DE FORMA CONSCIENTE POR MEIO DE UM PROJETO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA PARA UMA ESCOLA MUNICIPAL NO ESTADO DA PARAÍBA  
Link permanente: http://revistaea.org/artigo.php?idartigo=2719 
" data-layout="standard" data-action="like" data-show-faces="true" data-share="true">

USO DA ÁGUA DE FORMA CONSCIENTE POR MEIO DE UM PROJETO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA PARA UMA ESCOLA MUNICIPAL NO ESTADO DA PARAÍBA

 

 

Claudineide Baltazar da Silva

Mestranda em Sistemas Agroindústrias (UFCG). Pós-graduada em Elaboração e Gerenciamento de Projetos para a Gestão Municipal de Recursos Hídricos (IFCE). Pós-Graduanda em Gestão Ambiental (UFCG). Graduada em Serviço Social (FAFIC). E-mail: cbs.claudineide@yahoo.com.br.

 

Jamilton Costa Pereira

Mestrando em Sistemas Agroindústrias (UFCG). Pós-Graduando em Gestão Ambiental (UFCG).

Pós-Graduado em Gestão da Educação Municipal (UFPB). Graduado em Ciências Contábeis. (FAFIC).

E-mail: jcp_jamiltoncosta@hotmail.com

 

Maria do Socorro Duarte Pinto

Mestranda em Sistemas Agroindústrias (UFCG). Pós-Graduanda em Gestão Ambiental (UFCG). Pedagoga. (FASP). E-mail: socorropd@hotmail.com

     

Raiza Thalita Felix Almeida de Morais

              Pós-Graduanda em Gestão Ambiental (UFCG). Graduado em Ciências Jurídicas (FAFIC).

 E-mail: raiza_thalita@hotmail.com

 

 

RESUMO: Esse estudo trata-se de um projeto de intervenção pedagógico realizado em escola municipal da zona rural do Sítio Torrões no município do Poço José de Moura-PB, buscando assim, a participação ativa de alunos, a fim de que os mesmos se tornassem agentes de sua aprendizagem, além de auxiliar na realização da função social da escola, à medida que o conhecimento seja transmitido para toda a comunidade escolar e entorno.

 

Palavras chave: Água. Escassez. Projeto de intervenção.  

 

ABSTRACT: This study is a project of pedagogical intervention carried out in a municipal school in the rural area of ​​Sítio Torrões in the municipality of Poço José de Moura-PB, thus seeking the active participation of students, so that they become Agents of their learning, as well as assisting in the accomplishment of the social function of the school, as knowledge is transmitted to the whole school community and surroundings.

 

Keywords: Water. Scarcity. Intervention project.

 

1 INTRODUÇÃO

 

É notória a grande falta de água decorrente da influência das ações humanas em todo o Brasil, sendo assim, tanto o governo quanto a sociedade devem em conjunto adotar estratégias no sentido de reverter esse processo através de um trabalho de sensibilização sobre a conservação desse recurso que pode se tornar escasso.

Muitas pessoas usam a água sem consciência, deixando a torneira aberta, demorando no banho, lavando os carros e calçadas etc. Também há uma grande poluição dos rios, lagos e oceanos, ocasionados pelo ser humano. Por isso se não cuidarmos desse bem daqui alguns anos não teremos mais água potável, e ela é de extrema importância para todos os seres vivos.

Nesse pensamento foi que se pretendeu desenvolver um projeto de intervenção pedagógico em uma escola municipal da zona rural do sítio Torrões, município do Poço José de Moura-PB, buscando assim, a participação ativa de alunos, a fim de que os mesmos se tornassem agentes de sua aprendizagem, além de auxiliar na realização da função social da escola, à medida que o conhecimento seja transmitido para toda a comunidade escolar e entorno.

O projeto foi dividido em quatro etapas: Apresentação – Desenvolvimento – Culminância e Avaliação, que aconteceu no período de 31 de agosto a 4 de setembro de 2016, tendo como público alvo alunos, professores e a comunidade escolar. Cada turma desenvolveu um subtema que foi escolhido pelos alunos e professores, de acordo com seus interesses e de forma conceitual, procedimental e atitudinal.

A culminância do projeto foi desenvolvida por meio de um desfile cívico que aconteceu no dia 7 de setembro do mesmo ano, contando com a participação de outras escolas do município, como também órgãos e Instituições que fazem parte do dia a dia da comunidade na qual a escola está inserida. Neste momento, foram apresentadas à comunidade escolar, as atividades desenvolvidas na escola ao longo da execução do referido projeto.

A participação, empenho e o envolvimento das turmas e da comunidade escolar, serviram para avaliar o projeto e seu potencial de promover mudanças sutis ou significativas na realidade local. Os alunos também foram avaliados pelo grau de desempenho, com pontos que foram atribuídos tanto pela participação no desfile como na execução das atividades em sala de aula.

Esse projeto deu-se pela necessidade de apresentar aos educandos uma visão ampla que envolvesse inúmeros problemas que o mundo atual vem enfrentando com relação à falta de água principalmente na região nordeste. O projeto foi desenvolvido visando proporcionar aos alunos, uma grande diversidade de experiências, com participação ativa, para que pudessem ampliar a consciência sobre as questões relativas à água no meio ambiente, e assumir de forma independente e autônoma atitudes e valores voltados à sua proteção e conservação.

Por meio das experiências já vivenciadas pelos alunos no seu âmbito familiar, a principal função desse projeto foi o de contribuir para a formação de cidadãos, aptos a decidirem e atuarem diante da realidade em que o mundo vem enfrentando com a escassez da água. Para isso, foram necessários mais do que informações e conceitos, como as atitudes e formação de valores, que são aprendidos na prática do dia a dia no meio social.

Foi necessário que os professores elaborassem conteúdos específicos de acordo com seus interesses e de seus alunos, com temas conceituais, procedimentais e atitudinais. Para tanto traçou-se como  objetivo geral: oferecer aos alunos a possibilidade de apropriar-se de conhecimento sobre o uso da água e a sua importância para o planeta e para a vida, sensibilizando-os sobre a necessidade de usá-la de forma consciente e sustentável.

E ainda tiveram como objetivos específicos: reconhecer que a qualidade de vida está ligada às condições de higiene e saneamento básico, à qualidade do ar e do espaço; adotar por meio de atitudes cotidianas, medidas de valorização da água, a partir de uma postura crítica; levar os alunos a entenderem que o equilíbrio e o futuro do nosso planeta dependem da preservação da água e de seus ciclos; sensibilizar que a água não deve ser desperdiçada, nem poluída, etc.

 

2 PROCEDIMENTO NO DESENOVOLVIMENTO DO PROJET

 

A condução desse projeto se fundamentou dentro de um contexto interdisciplinar, onde se proporcionou aos alunos, um contato com a temática da água, motivando o comportamento no momento de aplicação do projeto em sala de aula. Por isso os materiais de trabalho e pesquisa foram escolhidos de acordo com a realidade do aluno, aprimorando seu conhecimento de mundo a partir da sua realidade.

Cada turma teve um professor responsável que trabalhou com uma temática específica, que em seguida foram feitos questionamentos a respeito do que iria ser trabalhado. Cada professor ficou encarregado de organizar o material selecionado que depois de entregue, os alunos deveriam interagir com os livros ou textos, trazendo pra si um momento muito prazeroso e produtivo.

Além disso, foi realizada uma pesquisa em equipe, estimulando a autoestima dos alunos e despertando a curiosidade pela temática da água, de forma a proporcionar uma produção coletiva de aprendizagem. Também foram confeccionados cartazes a respeito dessa leitura diversificada, envolvendo todo alunado, tanto da Educação Infantil, como dos Anos Iniciais e Finais do Ensino Fundamental.

 

3 ATIVIDADES PROPOSTAS EM SALA DE AULA

 

§  Importância da água ao longo da história. (História/Geografia)

§  Brasil e a escassez da água. (História/Geografia/)

§  Documentários sobre os recursos hídricos de nossa região. (História/Geografia/ Português)

§  Geografia da água na Brasil e no mundo. (História/Geografia/ Biologia/ Sociologia/Matemática)

§  Painel fotográfico sobre os efeitos da poluição na região. (História/ Geografia/Artes/Português)

§  Entrevistas com moradores da localidade. (História/Geografia/ Português)

§  Água, saúde e qualidade de vida.

§  Ciclo da água. (maquetes). (Artes)

§  Água e alimentos. (Educação Física/Matemática)

§  Importância da água para o metabolismo. (experimentos). (Artes/ Educação Física)

§  Água e energia. (Artes)

§  Impactos causados pela poluição dos Rios. (Artes/Português)

§  A questão do desperdício de água. (Artes)

§  Desmatamento e influência nos mananciais. (Artes/ Português/História/Geografia)

§  Poluição das águas. (Artes/ Geografia)

§  Dessalinização. (Artes/ História/ Geografia)

§  Desequilíbrio Ecológico provocado pela poluição. (Artes/Geografia)

§  Tratamento do Esgoto. (Artes/História/ Geografia)

§  Contaminação da água. (Artes/ Geografia)

§  Poluentes persistentes. (Artes/ Geografia)

§  Doenças causadas por agentes biológicos na água. (Biologia/Química/ Física/ História/Geografia/Sociologia)

§  Estação de Tratamento de água. (Artes/ Geografia/Português)

§  Composição de Músicas, Poesias, Crônicas. (sobre a Água e Planeta Água).(Português/Artes/Matemática)

§  Releitura do livro cujo tema envolve a seca e a questão da falta de água em certas regiões do Brasil. (Por exemplo: Vidas Secas de Graciliano Ramos).(Português/Literatura/Artes/História/Geografia)

§  Produção textual (Cartas para a comunidade local alertando sobre a questão do desperdício e da importância da economia de água). (Português/Artes/ Matemática)

§  Tradução de músicas que falam da água em inglês. (Português/Artes/Inglês)

§  Produção de textos sobre o desperdício de água em inglês. (Português/Artes/Inglês)

§  Criação de folders sobre o problema da crise hídrica. (Português/Artes/ Matemática/Geografia/História)

§  Elaboração do roteiro para dramatização. (Português/Artes/ Geografia/História)

§  Relação entre consumo de água e atividade física. (Português/Matemática/ Educação Física)

§  Criação de animação, histórias em quadrinhos, desenhos. (Português/ Artes/ Matemática)

§  Análise da conta de água da residência e na escola. (Matemática/ Português)

§  Análise do consumo de energia elétrica e sua relação com o consumo de água. (Matemática/Português)

§  Estatísticas sobre a crise hídrica no Brasil e no Mundo. (Matemática/História/Geografia/Português)

§  Elaboração de planilhas analisando o consumo médio de água, por período de 12 meses. (Matemática/Português/ Artes)

§  Cálculo do desperdício de água por metro cúbico ou por litro. (Matemática/Português/Artes)

§  Relação entre a captação da água de chuva e economia de dinheiro. (Matemática/Português/ Artes)

 

4 AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM DO ALUNO

 

O conhecimento de um educando é construído em movimento de idas e vindas, portanto foi fundamental que os professores assumissem seu papel de mediadores na ação educativas, realizando intervenções pedagógicas no acompanhamento da ação e do pensamento individualizado do aluno. Assim a avaliação foi realizada durante todo o projeto, observando cada aluno a sua participação.

 

5 CUMINANCIA DO PROJETO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA

 

5.1 Desfile cívico 7 de setembro Tema: ÁGUA FONTE DE VIDA: ECONOMIZAR É PRECISO.

 

Descrição: https://scontent.ffor1-1.fna.fbcdn.net/v/t34.0-12/15046336_963498290421750_547326004_n.jpg?oh=a93110f942934da5b99b5a365cd2d62e&oe=5827F6B9

FIGURA 1 - Desfile cívico 7 de setembro no município de Poço José de Moura  

FONTE: Dados dos autores (2016)

 

 

Descrição: https://scontent.ffor1-1.fna.fbcdn.net/v/t34.0-12/14914665_963498273755085_81844767_n.jpg?oh=90df6c196a817cc8fe8f23242a2e0268&oe=5827AEA5

FIGURA 2 - Desfile cívico 7 de setembro no município de Poço José de Moura  

FONTE: Dados dos autores (2016)

 

6 CONSIDERAÇÕES FINAIS

 

Uma das maiores preocupações da humanidade hoje é em relação à água, principalmente a escassez desse bem indispensável para a vida na Terra. A água é um dos recursos da natureza mais importante para os seres vivos e existência do planeta Terra. Ela se encontra em todos os lugares, até mesmo dentro do homem, pois somos constituídos de 70% de líquidos. Porém este recurso está ameaçado de escassez, criando uma preocupação e disputa em todo o mundo, pois muitas localidades não tem acesso à água potável necessária para sua sobrevivência.

Dado o exposto pode-se dizer que, a melhor solução para a manutenção de nossa existência é a prática da preservação dos recursos hídricos, desta maneira, cabe as entidades governamentais, a criação de campanhas de sensibilização para nesse sentido, pois a água é um recurso essencial para a vida no planeta, por isso é necessário preservá-lo.

REFERÊNCIAS

 

CARVALHO, Isabel Cristina de Moura. Em direção ao mundo da vida: interdisciplinaridade e educação ambiental. Brasília: IPE, 1998.102p. (Cadernos de Educação Ambiental, 2)

 

CASCINO, Fábio; JACOBI, Pedro; OLIVEIRA, José Flávio. Educação, Meio Ambiente e Cidadania: reflexões e experiências. São Paulo: SEMA/CEAM, 1998. 122 p.

 

DIAS, G. F. Atividades interdisciplinares em EA. São Paulo: Ed. Global, 1994.

 

GRÜN, Mauro. Ética e Educação Ambiental: a conexão necessária. São Paulo: Papirus, 1996.

 

ISAIA, Enise Bezerra Ito (org). Reflexões e práticas para desenvolver a educação ambiental na escola. Santa Maria: Ed. IBAMA, 2000. 998 p.

 

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. de A.. Metodologia científica. 2. ed. ver. ampl. São Paulo: Atlas, 1991.

 

REIGOTA, Marcos e BARCELOS, Valdo H. de L. (Org.). Tendências da educação ambiental brasileira. Santa cruz do Sul: EDUNISC, 1998.

 

SATO, Michele. Educação ambiental. São Paulo:  Intertox-Rima, 2004.

 

SEGURA, Denise de Souza Baena. A Educação Ambiental na escola pública. São Paulo: Anablume, 2001.

 

ZEPPONE, Rosimeire M.O. Educação Ambiental: teorias e práticas escolares. Araraquara: JM Ed., 1999. 150 p.



" data-layout="standard" data-action="like" data-show-faces="true" data-share="true">
 
Início      Cadastre-se!      Procurar      Submeter artigo      Fazer doação      Contato     Apresentação     I Prêmio Educação Ambiental em Ação     Normas de Publicação     Artigos     Dicas e Curiosidades     Reflexão     Para sensibilizar     Dinâmicas     Entrevistas     Culinária     Arte e ambiente     Divulgação de Eventos     O que fazer para melhorar o meio ambiente     Sugestões bibliográficas     Educação     Plantas medicinais     Educação Ambiental e Comunicação     Práticas de Educação Ambiental     Sementes     Educação e temas emergentes     Ações e projetos inspiradores     Relatos de Experiências     Notícias