ISSN 1678-0701
Número 63, Ano XVI.
Março-Junho/2018.
Números anteriores 
Início      Cadastre-se!      Procurar      Submeter artigo      Fazer doação      Contato     Apresentação     Normas de Publicação     Resultado do prêmio     Prêmio: Destaques     Prêmio: Selecionados     Artigos     Dicas e Curiosidades     Reflexão     Para sensibilizar     Entrevistas     Culinária     Arte e ambiente     Divulgação de Eventos     Sugestões bibliográficas     Educação     Plantas medicinais     Práticas de Educação Ambiental     Educação e temas emergentes     Ações e projetos inspiradores     Gestão Ambiental     Cidadania Ambiental     Relatos de Experiências     Notícias
Prêmio: Selecionados

10/03/2018PERCEPÇÃO DOS ÍNDIOS DE UMA ALDEIA DA ETNIA TERENA SOBRE ABACIA HIDROGRÁFICADO CÓRREGO JOÃO DIAS, AQUIDAUANA, MATO GROSSO DOSUL: RESGATE DA CULTURA POR MEIO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL  
Link permanente: http://revistaea.org/artigo.php?idartigo=3076 
" data-layout="standard" data-action="like" data-show-faces="true" data-share="true">



PERCEPÇÃO DOS ÍNDIOS DE UMA ALDEIA DA ETNIA TERENA SOBRE A BACIA HIDROGRÁFICA DO CÓRREGO JOÃO DIAS, AQUIDAUANA, MATO GROSSO DO SUL: resgate da cultura por meio da educação ambiental.



Andrew Vinícius Cristaldo da Silva¹, Camila da Silva Freitas², Dhébora Albuquerque Dias², Marciany Cintra Gimenez², Marco Aurélio de Lara²

¹Centro de Recursos Hídricos e Ecologia Aplicada, Universidade de São Paulo.

²Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.



Resumo: O presente trabalho tem por objetivo avaliar a percepção ambiental dos indígenas da etnia terena da aldeia Limão Verde, em relação ao seu uso e ocupação da bacia hidrográfica do córrego João Dias. A água é um dos elementos essenciais para a saúde humana, e sempre estudada e compreendida nos diversos ramos do conhecimento. Estudar e inserir a água à disponibilidade humana nos leva a alcançar ações tecnológicas, sociais, culturais e políticas, e isso nos faz refletir e lembrar em relação ao seu uso, manejo e gestão. Realizou-se o trabalho na aldeia localizada no município de Aquidauana, estado de Mato Grosso do Sul. Houve entrevistas semi-estruturadas, conversas e diálogos com os entrevistados, e entrevistas estruturadas. O córrego João Dias foi o objeto de estudo, uma vez que é o único corpo hídrico do local, fundamental para a sobrevivência dos indígenas. No total, 30 indígenas foram entrevistados, o que representa aproximadamente 3% da população da aldeia. O antigo índio da aldeia Limão Verde tenta conservar e repassar todas as culturas deixadas pelos seus descendentes, em contrapartida, o índio atual, parece estar incorporando a cultura do homem branco. Não atribuindo valor ao meio ambiente em que vivem. Deve haver a tentativa de resgate de tradições, seja por meio de Educação Ambiental, levando em consideração a reestruturação da cultura deste povo.

Palavras-Chaves: Córrego. Índios. Meio Ambiente. Percepção.



Abstract: The present work aims to evaluate the environmental perception of the indigenous people of the ethnic group terena of the village Limão Verde, in relation to your use and occupation of the hydrographic basin of the stream João Dias. Water is one of the essential elements for human health, and always be studied and understood in the different branches of knowledge. Study and enter the water availability for human in the it takes to achieve actions technological, social, cultural and political, and this makes us reflect and remember in relation to its use, handling and management. Reviewed the work in the village located in the municipality of Aquidauana, state of Mato Grosso do Sul. There were semi-structured interviews, conversations and dialogues with the respondents, and structured interviews. Stream João Dias has been the object of study, since it is the only water body of the site, critical to the survival of the indigenous peoples. In total, 30 indigenous people were interviewed, which represents approximately 3% of the population of the village. The old indian of the village Limão Verde attempts to conserve and pass on all of the cultures left by their descendants, in contrast, the indian current, seems to be incorporating the culture of the white man. Not assigning value to the environment in which they live. Should there be a rescue attempt of the traditions, whether by means of Environmental Education, taking into account the restructuring of the culture of this people.

Key Words: Stream. Indians. Environment. Perception.





Introdução

É fato considerar que a água é um dos elementos mais essenciais na saúde e vida humana (se não, o mais importante), sendo estudada, nos mais variados campos de conhecimentos, tais como física, química, biologia, história, higiene, saneamento, religião, medicina, nutrição e economia, dentre outras vertentes. Estudar e inserir a água à disponibilidade humana nos leva a alcançar ações tecnológicas, sociais, culturais e políticas, e isso nos faz refletir e lembrar em relação ao seu uso, manejo e gestão.

É universal na vida social, pois sem água não há vida e a humanidade não sobrevive sem ela. A busca por água e a tentativa de dominá-la e colocá-la a disposição do homem leva ao desencadeamento de processos políticos, sociais, tecnológicos e culturais (JUNIOR, 2006).

A bacia hidrográfica do córrego João Dias nasce no morro Santa Bárbara, situado na serra de Maracaju (FIGURA 1), em terras pertencentes à aldeia Limão Verde. Possui 28 km de extensão. No médio curso, percorre propriedades rurais, que exercem atividade agropecuária, e no baixo curso, atravessa o setor urbano da cidade de Aquidauana, onde se encontram instalados siderúrgicas, o cemitério, o aterro sanitário (CAPPI; BARROS; PEREIRA, 2012), enfim, percorrendo a área urbana da cidade, e desaguando no rio Aquidauana.

















Figura 1: vista aérea da Aldeia Indígena Limão Verde




No perímetro rural, observa-se a ausência da vegetação (FIGURA 2), enquanto em outras áreas, a vegetação é mantida em pequenos fragmentos, entretanto as atividades antrópicas já alteraram de forma contundente a vegetação (FINA; HAMERSKI; MOREIRA, 2012).