ISSN 1678-0701
Número 71, Ano XIX.
Junho-Agosto/2020.
Números  
Início      Cadastre-se!      Procurar      Área de autores      Contato     Apresentação     Normas de Publicação     Artigos     Dicas e Curiosidades     Reflexão     Notícias     Para sensibilizar     Entrevistas     Arte e ambiente     Divulgação de Eventos     Sugestões bibliográficas     Educação     Sementes     Gestão Ambiental     O Eco das Vozes     Relatos de Experiências
 
Gestão Ambiental

No. 71 - 08/06/2020
RESPONSABILIDADE PARA A RECICLAGEM  
Link permanente: http://revistaea.org/artigo.php?idartigo=3967 
" data-layout="standard" data-action="like" data-show-faces="true" data-share="true">

RESPONSABILIDADE PARA A RECICLAGEM

Sandra Barbosa



O consumo de materiais vai chegando numa escala progressiva e arrastando consigo um contingente de problemas. É incontestável a necessidade de revertermos este quadro, que em maior ou menor escala atinge todas as cidades do mundo, não existe mais a diferença entre as zonas urbanas, periféricas ou rurais, o descarte de material reciclável ou não é uma dura realidade.

A responsabilidade de cada um e de todos juntos é buscar alternativas que reduzam estes resíduos.

Assim voltando este tema para um dos resíduos permanentes nas cozinhas seja, de restaurantes, refeitórios ou domésticas: o óleo de fritura.

Seu dano ambiental é alto, quando descartado em natura, seja em solo, em vasos de plantas, no esgoto doméstico. Grande parte dos casos de entupimentos da canalização de esgotos é por acúmulo de gorduras insaturadas (óleos vegetais, margarinas). Sempre se busca, alternativas na reciclagem já que o REUSO é desaconselhável por causar dano a saúde (absorve toxinas após primeira fritura).

Sugestão para o aproveitamento do óleo usado / Sobras de óleo de frituras –

FAÇA SABÃO EM CASA!

Reportagem: Sabão Frio - Uma receita fácil e simples!

Qualquer pessoa poderá fazer para uso próprio ou complemento do orçamento do lar!

Assim se faz economia doméstica por excelência!

- Coloque no balde, 1kg de soda cáustica e 2 litros de água. Misture com uma colher de pau até diluir totalmente. Você perceberá que esta mistura ficará bem quente.

- Junte 4 litros de óleo (sobras de frituras). Continue mexendo com a colher de pau.

- Acrescente 1 litro de álcool e misture até se obter a consistência de pasta.



Obs.: acrescentar junto com o álcool a fragrância de pinho para ficar perfumado.

- Despejar esta mistura em um caixote de madeira forrado com um pano limpo.

- Acomode a pasta no caixote. Deixe secar totalmente e corte os pedaços de sabão no tamanho desejado.

Dica: Depois dos primeiros 15 minutos de secagem, cria-se uma crosta na parte superior da pasta, permitindo o toque das mãos para que se possa modelar e deixá-lo com a superfície bem lisa para um corte uniforme.

Importante! As sobras de óleo utilizada, são de todo e qualquer tipo de frituras menos a de peixe.

ATENÇÃO: É necessário usar equipamentos DE PROTEÇÃO, como luvas de borracha, pela ação da soda cáustica e dispensar o auxílio das crianças nesta tarefa.

(Fonte: Revista Arte em Reciclar - Ano 2 - número 4)



" data-layout="standard" data-action="like" data-show-faces="true" data-share="true">
 
  Início      Cadastre-se!      Procurar      Área de autores      Contato     Apresentação     Normas de Publicação     Artigos     Dicas e Curiosidades     Reflexão     Notícias     Para sensibilizar     Entrevistas     Arte e ambiente     Divulgação de Eventos     Sugestões bibliográficas     Educação     Sementes     Gestão Ambiental     O Eco das Vozes     Relatos de Experiências