ISSN 1678-0701
Número 61, Ano XVI.
Setembro-Novembro/2017.
Números anteriores 
Início      Cadastre-se!      Procurar      Submeter artigo      Fazer doação      Contato     Apresentação     I Prêmio Educação Ambiental em Ação     Normas de Publicação     Artigos     Dicas e Curiosidades     Reflexão     Para sensibilizar     Dinâmicas e recursos pedagógicos     Entrevistas     Saber do Fazer     Culinária     Arte e ambiente     Sugestões bibliográficas     Educação     Contribuições de Convidados/as     Folclore     Práticas de Educação Ambiental     Sementes     Educação e temas emergentes     Ações e projetos inspiradores     Logística Reversa     Gestão Ambiental     Cidadania Ambiental     Relatos de Experiências     Notícias
Ações e projetos inspiradores

11/09/2017PROJETO PREMIADO SOBRE PLANTAS MEDICINAIS SERÁ AMPLIADO  
Link permanente: http://revistaea.org/artigo.php?idartigo=2843 
" data-layout="standard" data-action="like" data-show-faces="true" data-share="true">

PROJETO PREMIADO SOBRE PLANTAS MEDICINAIS SERÁ AMPLIADO

 

Com atividades englobando todas as disciplinas e envolvendo cuidados, conhecimentos populares e até culinária, alunos aprendem propriedades de plantas

 

A planta do dia era a moringa. Na última quinta-feira, ainda na sala de aula, alunos com idade entre 4 e 10 anos pesquisavam e aprendiam sobre a espécie plantada no Horto de Plantas Medicinais, Aromáticas e Condimentares, projeto premiado da Emefei (Escola Municipal do Ensino Fundamental e Educação Infantil) Professora Maria Augusta Canto Bilia, do Parque Planalto, em Santa Bárbara d’Oeste.

 

O LIBERAL acompanhou a aula. No horto, os alunos conheceram a semente, a árvore recém-plantada, a árvore adulta e seus galhos, folhas, flores e frutos. De lá, seguiram para a cozinha da escola, onde assistiram a uma demonstração do modo de preparo de um bolo de moringa, utilizando as folhas da árvore que haviam acabado de conhecer. A receita, assim como um pequeno galho da árvore adulta, foi levada para casa pelos alunos, que, no fim, plantaram novas sementes.

 

O projeto Escola de Plantas Medicinais foi implantado em 2013 na escola Maria Augusta. Em abril, recebeu um prêmio US$ 3 mil da Fundação Antenna, da Suíça. A ideia, agora, é replicar a proposta em outras duas escolas municipais, segundo a secretária de Educação da cidade, Tânia Mara da Silva – Emefei Anália de Lucca Furlan, do Cruzeiro do Sul, e o CIEP Professora Therezinha de Castro Pacheco Sbravatti, do Jardim Europa II.

 

“Percebemos o avanço das crianças na aprendizagem, e não é um trabalho que tem se resumido ao plantio de ervas medicinais. É um trabalho que está articulado com a leitura, a escrita, a matemática, a geografia e as ciências”, defende a secretária.

 

 

Fonte: http://liberal.com.br/cidades/s-barbara/projeto-premiado-sobre-plantas-medicinais-sera-ampliado-580267/



" data-layout="standard" data-action="like" data-show-faces="true" data-share="true">
 
Início      Cadastre-se!      Procurar      Submeter artigo      Fazer doação      Contato     Apresentação     I Prêmio Educação Ambiental em Ação     Normas de Publicação     Artigos     Dicas e Curiosidades     Reflexão     Para sensibilizar     Dinâmicas e recursos pedagógicos     Entrevistas     Saber do Fazer     Culinária     Arte e ambiente     Sugestões bibliográficas     Educação     Contribuições de Convidados/as     Folclore     Práticas de Educação Ambiental     Sementes     Educação e temas emergentes     Ações e projetos inspiradores     Logística Reversa     Gestão Ambiental     Cidadania Ambiental     Relatos de Experiências     Notícias